Magazine Luiza

quinta-feira, 29 de março de 2012

Armazenamento de dados. Crescimento Exponencial das informações existentes na internet (e fora dela)

Rumo ao infinito  
Quantidade de dados produzida este ano deve chegar a 2,7 trilhões de gigabytes. E especialistas garantem que não haverá limites para armazená-los. O que fazer com o excesso de informação?


Publicação Estado de Minas Cadreno Inform@tica 29/03/2012  repórter Ataide de Almeida Jr.

Esta linha de texto que você acaba de ler demorou menos de 30 segundos para ser escrita. No entanto, nesse pouco tempo, mais de 84 milhões de e-mails foram enviados, 255 mil pessoas comentaram em posts do Facebook, 6,5 mil aplicativos no iPhone foram baixados, 6 mil músicas começaram a ser ouvidas no Pandora e 400 hectares de terra foram plantados no jogo social Farmville. Parece loucura, mas a humanidade deve produzir este ano 2,7 zetabytes (ou 2,7 trilhões de gigabytes), levando-se em conta o estudo feito pela IDC Digital Universe: ele mostra que, a cada dois anos, dobra a quantidade de bytes criados pelo homem.

Algumas perguntas que surgem diante de números grandiosos são: a tecnologia vai acompanhar a necessidade dos usuários de trocar informações e guardar arquivos? Haverá um limite? Segundo especialistas ouvidos pelo Informátic@, não há motivo para preocupação. As fotos, os vídeos e qualquer outro arquivo estão a salvo. “As grandes empresas já estão se mexendo para resolver isso. A questão está sendo solucionada pela própria indústria por meio do barateamento dos equipamentos utilizados para fabricação dos dispositivos”, explica Bruno Badini, CEO da Vertigo, empresa de consultoria em tecnologia da informação.

Segundo a consultoria Canalys, o investimento no mercado de data centers alcançou US$ 26,2 bilhões em todo o mundo. Só o Google contribuiu com US$ 951 milhões para garantir espaço para todos. Para a empresa Data Center Dynamics, no Brasil, o crescimento nesse mercado no ano passado foi de 43%. “Não raro vemos computadores com 5TB de HD. Quanto mais demanda, mais produção. Não haverá limites. Enquanto houver dispositivos e espaço, tanto físico ou virtual, a quantidade de dados vai crescer”, ressalta Badini.

O fundador da WebSoftware, empresa desenvolvedora de sistemas para empresas, Erick Vils, acredita que o grande problema não vai ser o espaço para armazenamento, mas sim como gerir todas as informações. “Guardar dados é algo que se faz todo dia. No entanto, ainda é preciso saber como tirar proveito de tudo que se recebe. As empresas e os usuários criam tantos arquivos que, no fim, desconhecem do que se trata. Armazenar não é o problema, mas sim como isso está sendo feito”, aponta. Para Vils, ter uma base de contatos grande no e-mail é bom, mas também é preciso organizá-la de forma que seja útil para o usuário, por exemplo. “O modo como os arquivos são guardados pode ajudar no futuro.”

Uma das áreas que têm contribuído para disseminar ainda mais as informações são os sites ligados a vídeo. O YouTube, maior plataforma desse segmento, anunciou a marca de 4 bilhões de produções assistidas globalmente por dia – e, além disso, são enviadas 60 horas de filmes por minuto. “O aumento da banda larga no Brasil resultou em uma popularização dos vídeos. Tanto é assim que as empresas buscam por soluções para diminuir os custos gerados. A tendência é que investimentos sejam feitos para atender a demanda”, diz Rodrigo Paolucci, diretor de marketing e vendas da Samba Tech, empresa de plataforma de vídeos on-line.

ESTRESSE A preocupação também está ligada aos usuários. O excesso de informação pode causar problemas de saúde. Em uma recente exposição na Suíça, especialistas da Universidade de Berna afirmaram que, para uma pessoa comum, 350 páginas é o máximo que se consegue ler por dia – compreendendo as informações. No entanto, o volume de dados que chega até ao ser humano em 24 horas é de 7.355GB, ou mais de 1 bilhão de livros. “Há um aspecto de novidade, atrativo na internet que pode gerar um fascínio. Além disso, esse excesso gera uma espécie de estresse, cansaço, ansiedade. As pessoas se sentem quase que obrigadas a ter atenção a tudo”, explica Rosa Farah, coordenadora do Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (NPPI/PUC-SP).

A capacidade de guardar dados na memória também pode ser atingida pelo excesso de informação. Estudo da Universidade de Columbia, em Nova York (EUA), mostrou que, ao se deparar com questões difíceis, as pessoas tendem a pensar que a maneira mais fácil de encontrar a resposta é pelo computador – como em algum site de pesquisa – e deixam de lado o uso das informações armazenadas no cérebro. “Pode ser um problema, principalmente para quem lida com educação. Para os alunos é mais fácil ir atrás de uma informação on-line do que ler um volume inteiro. Mas ainda é questionável se as pessoas estão menos interessadas em pensar”, aponta Farah. O conselho dela é buscar informações na rede como se faz com um jornal impresso. “Devemos escolher quais cadernos ler ou que considerar mais interessantes. É preciso desenvolver uma atitude crítica, seletiva e de autocontrole”, afirma.



CÉREBRO LOTADO
Segundo cientistas, há, sim, um limite para armazenamento de dados no cérebro. Pesquisadores da Northwestern University revelaram que 2,5 petabytes (ou 1 milhão de gigabytes) é o que o órgão pode armazenar. Isso equivale a guardar 3 milhões de horas de programas de televisão, algo que um ser humano só poderia alcançar se vivesse 300 anos sem parar de assistir a tevê.



Faça o backup agora!  

Com capacidades superiores a 2TB de armazenamento, HDs externos são a melhor a solução para quem precisa de espaço extra no computador. Saiba o que levar em conta na hora de comprar um aparelho





Uma das primeiras lições para quem está entrando no mundo da informática e que deveria ser repetida por todos que se consideram profissionais no ramo é: faça a cópia dos arquivos para lugares seguros, fora do computador. Para não sobrecarregar o disco rígido do PC, o melhor é investir em HDs externos, que podem chegar a até 3TB de armazenamento. O melhor é que, por conta da redução no peso e no tamanho dos dispositivos, eles podem ser levados para todos os lugares com a vantagem de terem mais espaço para dados do que os pen drives.

Mas antes de comprar saiba que é preciso levar em consideração alguns pontos. O primeiro é que, nos modelos portáteis, o cuidado deve ser redobrado. Apesar da aparência mais robusta que um pen drive, por exemplo, o dispositivo contém um ou mais discos rígidos no interior. Portanto, não deixe que ele caia e evite choques contra a capa do HD. Além disso, para os dispositivos de mesa, é importante mantê-los sempre em locais com ventilação adequada, pois, eles não têm um cooler (aqueles ventiladores típicos do computador) para resfriá-los.

Outro ponto é a ligação do produto com o computador. No caso dos HDs de mesa, a ligação é feita na tomada e por meio da porta USB. A maioria conta com uma chave para ligar/desligar o dispositivo. No entanto, mesmo com essa opção, deve-se utilizar o recurso de “remover hardware com segurança” presente no Windows. Já com os portáteis essa ação torna-se imprescindível para manter os arquivos seguros.

A taxa de transferência de dados é algo que também deve ser observado. Essa característica está ligada ao modo como o dispositivo é conectado ao computador. A maior parte utiliza um cabo USB, mas ainda podem ser encontrados modelos com saída Sata, que tem maior velocidade de troca de arquivos. Vale lembrar que há aparelhos que apresentam a saída USB 3.0, o substituto dos tradicionais 2.0, que tem transmissão 10 vezes mais rápida.

ORGANIZAÇÃO Assim como nos HDs de dentro do computador, os externos precisam ser defragmentados e analisados periodicamente. Os programas do Windows, como Scandisk e Defrag, podem ser úteis para essa tarefa. No caso de usuários do Mac, a tarefa pode ser feita por programas de terceiros, como o iDefrag.

Não adianta nada colocar todos os arquivos em um HD externo se, na hora de tentar localizar um, está uma bagunça nas pastas. Ou, pior, se há vários deles duplicados. Além disso, se forem dados importantes, é melhor garantir o backup, seja em um pen drive ou em outra partição. Para ajudar nessa tarefa, alguns programinhas da internet podem ser uma mão na roda.




Confira a lista que o Informátic@preparou com os melhores HDs externos do mercado e os programas para ajudar na organização.


PROGRAMAS
DoubleKiller

http://vai.la/2GKh
» O programa remove arquivos duplicados do sistema e, assim, reduz o tempo de backup dos computadores e ajuda na hora de procurar arquivos. Com o software, é possível excluir os arquivos com base nos nomes, tipos de arquivos, atributos e tamanho.
Preço sugerido: gratuito

MEO Encryption Software
http://vai.la/2GKf
» O programa promete facilmente proteger os arquivos e pastas, impedindo que outras pessoas os acessem. Para dar ainda mais segurança, o software grava quando e como os dados foram alterados. A interface simples e intuitiva é perfeita para todos os tipos de usuários.
Preço sugerido: gratuito

PowerDesk PRO
http://vai.la/2GKd
» Com mais opções que o Windows Explorer, com esse programa é possível gerenciar os arquivos com mais facilidade. O software dá a opção de trabalhar com várias janelas, adicionar notas à pastas, personalizar com cores e renomear vários arquivos de uma vez.
Preço sugerido: US$ 39,95

PC Backup Pro 12
http://vai.la/2Gko
» A versão de teste do programa oferece uma conta gratuita de 10GB na nuvem e uma integração com os serviços de armazenamento da Amazon. Quanto à utilização, o usuário pode ativar o backup a partir de um único clique no software. O utilitário pode ainda varrer todo o PC e restaurá-lo rapidamente em caso de falha no sistema.
Preço sugerido: US$ 50


O MENOR DO MUNDO
Pesquisadores da IBM dos Estados Unidos em parceria com estudiosos da Alemanha conseguiram construir o menor HD do mundo. No dispositivo, cada bit é armazenado em menos que 12 átomos, enquanto que nos discos rígidos tradicionais são 62,5 milhões de átomos para cada bit. Para conseguir tal façanha, os cientistas utilizaram um tipo de material definido como antiferromagnético, que garante o armazenamento sem precisar de um espaço maior. A novidade ainda deve demorar a chegar ao grande público.





VITRINE
Lacie Rugged Safe

 (Fotos: Divulgação)

» Capacidades: 250GB, 500GB e 1TB
» Velocidade de transferência: 480Mbps (USB 2.0)
» Peso: 298g
» Autenticação por meio da biometria
» Portátil e resistente a choques
» Preço sugerido: R$ 1.299 (1TB)

Seagate GoFlex Satellite
» Capacidade: 500GB
» Velocidade de transferência: não informado
» Peso: 267g
» Desenvolvido para ampliar a capacidade de armazenamento do iPhone
» Preço sugerido: R$ 749

Seagate GoFlex Slim
» Capacidade: 320GB
» Velocidade de transferência:
não informado
» Peso: 160g
» Apenas 9,5mm de espessura
» Preço sugerido: R$ 349

Western Digital My Passaport Studio
» Capacidades: 500GB, 750GB e 1TB
» Velocidade de transferência: 800Mbps
» Peso: 180g
» Inclui utilitário de segurança
» Portátil
» Preço sugerido: R$ 240 (500GB), R$ 295 (750GB) e R$ 330 (1TB)

Western Digital My Book Live
» Capacidades: 1TB, 2TB e 3TB
» Velocidade de transferência: 1MBps
» Peso: 1kg
» Compartilhamento em nuvem
» Preço sugerido: R$ 240 (500GB), R$ 295 (750GB) e R$ 330 (1TB)

Verbatim HD Wallet Drive
» Capacidade: 640GB
» Velocidade de transferência: não informado
» Peso: 100g
» Inclui aplicativo Nero BackItUp & Burn Essentials
» Portátil
» Preço sugerido: R$ 289 (640GB)

Imation Defender H100
» Capacidades: 320GB e 500GB
» Velocidade de transferência: 480Mbps (USB 2.0)
» Peso: 298g
» Criptografia avançada
» Portátil e resistente a choques
» Preço sugerido: a partir de US$ 450

LaCie Porsche Design
» Capacidades: 1TB e 2TB
» Velocidade de transferência: 100MBps (USB 3.0)
» Peso: 1kg
» Acompanha 10GB de armazenamento em nuvem
» Resistência a choques
» Preço sugerido: não informado

Verbatim Titan
» Capacidades: 320GB e 500GB
» Velocidade de transferência: 480Mbps
» Peso: 240g
» Inclui aplicativo Nero BackItUp & Burn Essentials
» Portátil
» Preço sugerido: R$ 188 (320GB) e R$ 299 (500GB)
 


A nuvem da salvação  
Armazenar arquivos de empresas em servidores externos é a melhor maneira de garantir segurança, mas medo e desconhecimento ainda atrapalham a popularização desse serviço

Carlos Botelho, de uma empresa de engenharia de sistemas, apostou no armazenamento de dados na nuvem, diferentemente de várias áreas de TI que, segundo ele, ficam sobrecarregadas com o operacional e %u201Cesquecem%u201D as novas tecnologias (Ed Alves/CB/D.A Press)
Carlos Botelho, de uma empresa de engenharia de sistemas, apostou no armazenamento de dados na nuvem, diferentemente de várias áreas de TI que, segundo ele, ficam sobrecarregadas com o operacional e  esquecem as novas tecnologias
 A cópia de arquivos para dispositivos externos ao computador, hoje, é considerada a opção mais barata e rápida do mercado – principalmente para pequenas empresas e usuários finais. No entanto, os aparelhos que fazem esse serviço ainda estão sujeitos a falhas técnicas e situações adversas. Quando ocorrem tragédias, como o recente desabamento de três edifícios no Centro do Rio de Janeiro, é que se percebe a necessidade de ir além do backup nos aparelhos físicos. Pelos relatos dos donos das empresas que funcionavam nos prédios, a possibilidade de tal fato acontecer era tão remota que nem mesmo computadores eram utilizados para guardar os dados. Alguns armazenavam tudo no papel.

Para evitar perdas maiores, investir no armazenamento nas nuvens pode ser a solução. Mas o medo de colocar dados importantes em servidores alheios ainda é o maior empecilho para as empresas. Segundo uma pesquisa da Symantec, realizada em 38 países, incluindo o Brasil, com 5,3 mil empresas, 58% dos departamentos de TI evitam apostar nesse serviço por receio de um surto de vírus e 57% temem roubo de dados por piratas da internet. “As empresas têm essa preocupação por conta do desconhecimento da tecnologia. O primeiro ponto para esses casos é saber como a companhia contratada lida com a segurança. Se tem proteção, se pode garantir a integridade e a disponibilidade e como será feito o gerenciamento”, explica Sergio Dias, especialista em cloud computing da Symantec.

A experiência para trabalhar com a nuvem também tem sido um problema. Entre 20% e 25% das equipes entrevistadas sabem utilizar os sistemas, mas a metade está pouco preparada para enfrentar a computação em nuvem. “Toda vez que se adota uma nova tecnologia, a grande dificuldade é o profissional acompanhar essa vertente. As áreas de TI, além de estarem sobrecarregadas com a parte operacional, têm que lidar com a reação natural ao produto recém-lançado. É preciso enxergar os benefícios que isso vai trazer para a empresa”, aponta Dias.

 “Tínhamos um problema de disponibilidade dos nossos dados e quem precisava deles acabava por atrasar o trabalho. A migração foi benéfica, pois diminuímos o custo de compras de aparelhos e tudo ficou mais prático. Podemos acessar de qualquer lugar”, explica Carlos Botelho, sócio-fundador da Intacto, empresa que atua há sete anos no mercado de engenharia de sistemas e que decidiu, há três, armazenar a maior parte de seus arquivos em um servidor externo, para evitar surpresas.

Botelho aponta ainda que o serviço por aqui é caro se comparado ao oferecido no exterior. “A Amazon acabou de implantar o sistema no Brasil, mas utilizamos os servidores dela nos Estados Unidos, pois há maior oferta de pacotes e são mais baratos.” Mesmo com os arquivos tão distantes do Brasil, o empresário acredita que não é preciso ter medo da nuvem. “Há vários tipos de serviço em cloud computing. Com isso, é possível que toda a segurança fique a cargo da própria empresa, como no nosso caso. Nossa intenção é colocar mais dados em outros servidores.”

SEU ESPAÇO
O usuário final também tem vez na nuvem, afinal, nada pior do que perder fotos, músicas e arquivos que deram tanto trabalho para tirar, baixar e organizar. “As pessoas têm resistência em deixar os dados na nuvem, em um servidor externo. Mas isso varia com o tipo de arquivo. Imagens e vídeos, por exemplo, são armazenados sem grandes preocupações”, explica Amauri Sousa, gerente de produtos da Motorola Mobility.

No entanto, a tendência, segundo Sousa, é a interconectividade. “Há o desejo das pessoas de ter os mesmos arquivos no computador, no tablet e no smartphone”, ressalta. A empresa lançou o MotoCast para os aparelhos Razr e tablet Xoom 2 Media Edition. A novidade, que já vem pré-carregada nesses dispositivos, faz com que o usuário tenha a nuvem pessoal, com os arquivos que deseja, direto no celular ou prancheta eletrônica, independentemente do local onde ele estiver.
Para ajudar, na internet há vários sites que permitem a inclusão de arquivos pessoais e o acesso a eles por qualquer dipositivo. Veja a seguir a lista com os principais serviços da nuvem que o Informátic@ preparou.


OS BENEFÍCIOS
» Reduz custos para empresas e usuários
» Elimina a instalação e inicia as operações nos arquivos de imediato
» Reduz a necessidade de espaço físico para pessoal e hardware
» Atualizações são feitas sem baixar nada para o computador
» Fácil de usar, independe do local, da linguagem ou do dispositivo
» Traz flexibilidade para o trabalho



VITRINE
SugarSync

https://www.sugarsync.com
» O servidor na nuvem oferece uma versão de testes por 30 dias para experimentar o serviço. O mínimo de armazenamento é de 30GB, mas pode chegar a 500GB. O pacote inclui um sistema automático de compartilhamento de arquivos para as máquinas escolhidas pelo usuário.
» Preço: US$ 4,99 (30GB)*, US$ 9,99 (60GB)* e US$ 39,90 (500GB)*

DropBox
http://www.dropbox.com
» Um dos serviços mais conhecidos da internet, oferece 2GB gratuitamente para os usuários armazenarem qualquer tipo de arquivo. Quem precisar de mais espaço pode adquirir as versões de 50GB, 100GB e 1TB ou mais. O DropBox oferece ainda aplicativos para smartphones e tablets.
» Preço: gratuito (2GB), US$ 9,99 (50GB)* e US$ 19,99 (100GB)*

SkyDrive
http://explore.live.com/skydrive
» É o serviço gratuito da Microsoft para armazenamento e compartilhamento de arquivos. Quem tem algum telefone com sistema operacional Windows Phone pode acessar diretamente o SkyDrive como um aplicativo. Para outras plataformas, basta entrar no site pelo navegador. São 25GB de espaço.
» Preço: gratuito

Box
http://www.box.com/
» Além da versão para usuário final com 5GB gratuitos, o Box.net oferece planos para empresas. Para esse caso, o serviço tem como atrativos o rápido compartilhamento dos arquivos e a colaboração virtual entre os usuários em projetos. O preço para companhias é dado sob consulta.
» Preço: gratuito (5GB)

Wuala
http://www.wuala.com/
» A Lacie, fabricante de discos rígidos, também conta com um serviço de armazenamento na nuvem. As capacidades de armazenamento são de 10GB, 25GB e 50GB, todos pagos. Para experimentar, a empresa oferece 2GB gratuitamente.
» Preço: gratuito (2GB), 2 euros (10GB)*, 3 euros (25GB)* e 5 euros (50GB)*

ZumoDrive
http://www.zumodrive.com/
» Com mais opções de armazenamento, o ZumoDrive tem preços mais acessíveis. O site também conta com um programa para a plataforma Windows e outro para iOS. Assim, é possível ver os arquivos de qualquer lugar onde houver conexão com a internet.
» Preço: gratuito (2GB), US$ 2,99 (10GB)*, US$ 6,99 (25GB)*, US$ 9,90 (50GB)* e US$ 79,99 (500GB)

BlackBerry Business Cloud
http://br.blackberry.com/business
» Em parceria com a Microsoft, a Rim passa a oferecer para empresas o serviço da nuvem para documentos criados no Office 365. O sistema traz um console intuitivo para administradores de TI e a segurança da Rim. A habilitação é gratuita.
» Preço: gratuito (é preciso ter o Office 365)

Cloud Server Locaweb
http://www.locaweb.com.br/
» O Cloud Server Pro é uma solução de Cloud Computing, baseada no sistema Xen, que permite a virtualização dos servidores com alta performance. O sistema é autogerenciado, com prevenção de falhas. Com planos de 512MB a 32GB.
» Preço: R$ 99 (512MB), R$ 149 (1GB), R$199 (2GB), R$299 (3GB) e R$399 (de 4GB a 32GB)

Amazon web services
http://aws.amazon.com/pt/
» Recém-chegada ao Brasil, a Amazon passou a oferecer serviços na nuvem. Os primeiros data centers foram instalados em São Paulo. Além de armazenamento, é possível contratar o serviço de aplicativos nas nuvens.
» Preço: sob consulta

Nem de velho o seguro morreu  
Pen drive tem interface intuitiva e rápida transferência de arquivos. Criptografia é avançada, mas de fácil configuração

 (DIVULGAÇÃO)
 Não são apenas os nerds e os hackers clássicos – aqueles jovens honestos, prazerosos em dominar a tecnologia – que abrem qualquer dispositivo móvel e invadem qualquer sistema remoto. Cresce, com frequência assustadora, a quantidade de ladrões de identidade e de dados, os chamados crackers. E mais: muita gente ainda não confia na computação nas nuvens, em que os dados (como simples músicas em MP3 ou documentos empresariais confidenciais) ficam num servidor lá na Índia ou nos Estados Unidos.

Por isso, o Informátic@ avaliou o mais simples dos dispositivos de armazenagem desde que os disquetes foram aposentados: o pen drive ou unidade de USB móvel. Neste caso, o produto – o DataTraveler Locker+, da Kingston, de 16GB – tem uma senha, de difícil elaboração, e outros meios de proteção. Como certamente a maioria dos leitores de jornal não tem nível elevado de conhecimento em criptografia, foram observados detalhes básicos de instalação, funcionamento, armazenagem e outros cuidados.

O Locker+ é apresentado pela Kingston como um equipamento de segurança pessoal impenetrável. Levando-se em conta a crescente habilidade da bandidagem cibernética, sabe-se lá até que ponto a privacidade do que se põe dentro realmente fica intocável – em caso de perda ou roubo, por exemplo.  Mas é inegável: amador não o abre. Isso porque as exigências são muitas. O Locker+, por exemplo, incorpora uma criptografia baseada no hardware do PC. E logo exige a definição de uma senha de acesso. E tem que ser, obrigatoriamente, entre seis e 16 caracteres, com pelo menos três dos quatro seguintes elementos: letras maiúsculas, letras minúsculas, dígitos e caracteres especiais.

Veja exemplo de configuração mínima e até fácil: XYZ$411 (três maiúsculas, um caractere e três números). No entanto, isso pode ser até ruim: quase ninguém efetivamente memoriza senhas tão complexas — e ainda burila as suas a partir de referências pessoais e históricas.

O uso do Locker+ é relativamente simples, desde a instalação. Mas ainda existem alguns pequenos problemas: não há, por exemplo, informações de ajuda em português. Dentro do próprio pen drive há somente manuais em inglês, francês, italiano e alemão.



INSTALAÇÃO A configuração, por sua vez, é automática – não requer instalação de aplicativos nem exige os ultrapassados direitos de administrador, como se um computador pessoal tivesse que ser “administrado” por alguém. Algumas regrinhas devem ser seguidas sempre. Não lembra da senha? Cuidado: o acesso será bloqueado e os dados são apagados quando houver determinado número de tentativas (a quantidade é pré-configurada, mas geralmente são 10 vezes).

A transferência de fotos, vídeos e documentos é intuitiva e rápida. Não como os USB 3.0, de alta velocidade, mas num processo bem razoável – inclusive, arrastando-se os arquivos. Como qualquer outro dispositivo móvel, antes de ejetá-lo, desative-o. Pode ser ruim tanto para ele quanto para o PC ou notebook. É aceitado em produtos Macintoch e Windows (do sistema operacional 2000 ao W7) e o OS X. Só é compatível com USB 2.0 de alta velocidade e tem cinco anos de garantia. Obviamente, esse tipo de cálculo depende do tamanho do arquivo, mas ele pode armazenar mais de 10 mil fotos. Ou 4 mil músicas em MP3. E por aí vai.

Para instalar o DataTraveler Locker+ é necessário ler o contrato de licença, a ser firmado com a Kingston, para garantir direitos sobre temas e questões relacionadas a softwares e uso de mídias associadas – e mesmo ao programa da empresa. É a velha história: ao fazer download, instalar, copiar ou usar o software licenciado, você se compromete com uma série de regrinhas. Nada que assuste, porém.

O design é singelo, não chama a atenção (cinza-escuro, com um tradicional – e dispensável — cordão de crachá para pendurá-lo no pescoço). Pode vir, inclusive, com o logo de uma empresa, para servir de brinde ou mesmo segurança.


ARMAZENE ATÉ 1,44MB
Os primeiros disquetes surgiram em 1971, no formato de oito polegadas, capaz de armazenar “incríveis” 256KB. Não era nada fácil a tarefa de compartilhar arquivos mais pesados. Primeiro, era preciso compactá-los e, depois, dividi-los — e, mesmo assim, ter à disposição vários disquetes para salvar um único desses arquivos. Com o passar do tempo, o disco diminuiu de tamanho físico e ganhou em armazenamento. Os mais famosos eram os de 3,5 polegadas, com capacidade de 1,44MB. No ano passado, a Sony, uma das maiores fabricantes desse tipo de disco, desativou a produção.


quarta-feira, 28 de março de 2012

Rafinha Bastos De Frente com Gabi


Rafinha Bastos conta que mandou e-mail para pedir desculpas a Marcus Buaiz
O humorista falou sobre polêmia envolvedo o empresário e Wanessa durante o programa "De Frente com Gabi"
QUEM Online; Foto Carol Soares/SBT
Carol Soares/SBT
Rafinha Bastos concedeu uma entrevista para o programa “De Frente Com Gabi”. Durante a conversa, que irá ao ar no SBT no domingo (25), o humorista, de 35 anos, falou sobre a polêmica que se envolveu ao fazer uma piada com Wanessa e o filho dela durante uma das edições do programa “CQC”.

“[Se pedisse desculpas] Eu ia abrir um precedente horrível contra a minha profissão e o meu caráter. Eu estaria sendo falso se pedisse desculpas públicas naquele momento. Como comediante, meu objetivo na vida é fazer piada. Comediante não pode ficar chateado com a chateação dos outros. Acho justo, inclusive, me processarem”, disse, ao falar sobre o assunto com Marília Gabriela.

O humorista também explicou que já mandou um e-mail pedindo desculpas para o marido da cantora, Marcus Buaiz. “Eu não sou um sociopata. Se eu sinto que errei, peço desculpas, mas não vou fazer isso por pressão da opinião pública. Pra esse cara [Marcus Buaiz] eu mandei um e-mail e pedi desculpas. Eu já tive mulher grávida em casa e eu entendo ele, mas não vou pedir desculpas pelo discurso.”





Além de apresentar o programa, o ex-CQC será produtor executivo da versão brasileira doSaturday Night Live. O formato foi adquirido junto a Endemol Brasil.


Provocações - Parte 1 - Rafinha Bastos (Programa 535) - 27/09/2011


 Ele é ator, apresentador de Tv, Jornalista e nos fins de semana humorista do famoso "stand Up Comedy." Ele declarou que comeria a Filha de Zezé de Camargo e sua Neta! Quem é esse provocador com humor? Ele é.... Rafinha Bastos!

Provocações - Parte 2 - Rafinha Bastos (Programa 535) - 27/09/2011

 

  Provocações - Parte 3 - Rafinha Bastos (Programa 535) - 27/09/2011

                       

RAFINHA BASTOS DEPOIS DA BESTEIRA QUE FEZ AINDA IRONIZOU


 

Cqc discute sobre afastamento de Rafinha Bastos 

 

Bora - Humberto Gessinger (Demo de Música Inédita, divulgado no blog do artista)

(*) Estranho mundo em que "O Que Estou Vendo" virou legenda padrão para fotos postadas com imediatismo arrasador. Não estou julgando, só tentando entender. 
Resolvi postar a demo de Bora para  mergulhar, a meu modo, no espírito destes tempos. A legenda poderia ser "O Que Estou Gravando".

Ao contrário das fotos filtradas de paisagens que parecem ter passado batom, esta demo não têm corretores. Na veia, sem dourar a pílula. É crua, embrionária. Gravei em casa, tentando não derrubar a erva do chimarrão no laptop, salvando meu cachorro da morte por enforcamento no cabo do violão, com a TV sem volume parada em algum canal esportivo (como uma lareira sem calor, um docinho para os olhos). Dispersão concentrada, concentração dispersa. É assim, neste caos amigo, que gosto de trabalhar. Tenho fé no discernimento dos "de fé". Eles saberão ouvir as potencialidades e relevar as imperfeições dos primeiros passos desta criança.

Bora foi a primeira canção que a sanfona me trouxe. Parece ser do time de Olho do Furacão. Ambas misturam a percepção de um mundo onde tudo que é sólido desmancha no ar com a esperança de que novas oportunidades surgirão dos escombros, das ruínas, do farelo. Não sei que rumo ela vai tomar, se um dia haverá uma versão "oficial". Engenheiros do Hawaii? Pouca Vogal? Banda de Pífaros de Caruaru? Filarmônica de Berlim? Seria como decidir o curso superior de um bebê que ainda está na maternidade.

Nesta gravação, optei por simular o formato power duo do Pouca Vogal. Duas vozes, violão e sanfona. Bumbo, pandeiro e prato disparados com os pés. Gosto das especificidades de cada formato. As limitações mais motivam do que inibem minha escrita musical. Já era assim nos tempos de power trio dos EngHaw. 

(*) Desde sempre me perguntam sobre as mudanças que, com o tempo, acontecem no processo criativo. Sempre respondi que, apesar de ter amadurecido (menos do que gostaria) e envelhecido (mais do que gostaria) escrevia como sempre escrevi.

Talvez eu deva rever esta resposta a partir da entrada em cena dos meus livros. Eles (em especial NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTE) colocam o compositor em outro patamar, livre de alguns compromissos, comprometido com outros desafios. Se isso é ou será notado pelas pessoas, o que elas acham ou acharão disso, já não me diz respeito. Foge ao meu raio de ação. Tomara que faça sentido. Ao  menos para quem interessa. Ao menos para quem se interessa. Ao menos o que interessa.

(*) Pessoas “do ramo” aconselham a não mostrar demos... faz sentido... mas ao chegar em casa depois do show do Roger Waters, The Wall, fiquei ouvindo as demos dele. Também fez sentido.

um abraço é uma ponte
que ele dure 
(que ela nos leve)
até a próxima terça
27março2012

O jogo das vidas perdidas

O jogo das vidas perdidas  
"A vida das pessoas neste Brasil está banalizada. Mata-se por uma fechada no trânsito, por R$ 1, por discordar de algo, por tudo e por nada"


Coluna do Jornalista  Jaeci Carvalho no Jornal Estado de Minas 28/03/2012 

Quantas vidas, quantos jovens, quantas pessoas de bem ainda precisarão morrer neste país para que as autoridades tomem providência enérgica e acabem com as torcidas organizadas e os bandidos infiltrados nelas? É ultrajante assistirmos a cenas de vandalismo, assassinatos, depredação do patrimônio público, de forma estática, com pés e mãos amarrados. Futebol, que deveria ser lazer, emoção, paixão, virou praça de guerra, na qual uma torcida é inimiga mortal da outra. Onde um jovem que vai ao campo com a camisa do time rival é visto como ameaça a ser eliminada.

Que mundo é este em que estamos vivendo? Até quando magistrados, promotores, delegados, políticos vão ficar de braços cruzados, perdendo esta verdadeira guerra para os marginais? Se as autoridades têm medo, imaginem os pobres torcedores?
A vida das pessoas neste Brasil está banalizada. Mata-se por uma fechada no trânsito, por R$ 1, por discordar de algo, por tudo e por nada. Mata-se somente porque um torcedor escolheu o outro time para torcer, porque está com a camisa dele nas ruas, porque querem matar, tirar a vida. São bandidos, que deveriam estar atrás das grades e não num estádio de futebol. E as autoridades fecham os olhos, como têm fechado para as várias questões de segurança. É um país sem lei, sem vontade, sem amor aos filhos. O garoto sai de casa para ir ao futebol e não sabe se volta. Quantos pais, aflitos, sentem grande alívio quando veem que os filhos voltaram sãos e salvos?



Do jeito que a coisa vai, vou escrever aqui neste espaço o que jamais gostaria de fazer. Futebol ainda é o lazer mais barato para a população, mas com ingressos a R$ 5, R$ 10 ou mesmo a R$ 1, como definem alguns dirigentes, fica fácil o bandido frequentar o estádio. Se o preço for majorado, garanto que esses marginais não terão dinheiro para ir ao campo e as mortes dificilmente ocorrerão. Infelizmente, é a realidade. Já que a polícia e demais autoridades não dão segurança nem tomam providências, é a solução a curto prazo. A não ser que haja um movimento no país para acabar de vez com essas torcidas. Por que elas se sentem mais torcedoras do que os anônimos? Em que elas são mais úteis aos clubes?
Meu Deus, é vergonhoso ver tantas mortes sem que os culpados estejam atrás das grades; ver tantos pais e mães chorando de saudade do filho que saiu para ver uma partida de futebol e não mais voltou. Tenho certeza de que todos os torcedores de bem que integram tais organizadas – e eles existem – concordam comigo e vão votar pela extinção. Precisamos resgatar o amor à vida, ao ser humano, à dignidade, ao direito de ir e vir. Os caras chegam a marcar pontos de briga pela internet. É o fim do mundo. Em país sério, estariam na cadeia, mas aqui nada acontece. Vale lembrar que o momento menos ruim do nosso futebol nesse aspecto foi quando um promotor de São Paulo proibiu a reunião de torcidas nos estádios. A violência diminuiu quase 90%.

Era bonito quando víamos a coreografia das torcidas, nas décadas de 1970 e 1980. Elas entoavam cânticos, picavam papel, vaiavam, xingavam, sofriam, choravam, riam. Tudo dentro da normalidade, da lei, do respeito ao torcedor rival. Lembro-me muito bem de quando ia ao Maracanã – nosso subeditor Benjamin Abaliac, também criado no Rio, é dessa época –, sentávamos na torcida mista, cada um com a camisa do seu time, perdíamos ou ganhávamos e o máximo que ocorria era a gozação saudável. Hoje, além de ser impossível ver camisas rivais lado a lado, ainda há a polícia separando as torcidas, deixando enorme buraco entre elas nas arquibancadas, dando prova de fragilidade no combate a esse terror.

Que pena, gente! O único futebol pentacampeão do mundo é também campeão em violência, dentro e fora do campo. E é com essa violência toda, essas cenas aterrorizantes que transformam ruas em praças de guerra, que vamos fazer a Copa do Mundo de 2014. Ah, me esqueci: para a Copa, os governantes fazem acordo com bandidos e a cidade fica uma calmaria só. Depois do evento, os conflitos e as mortes voltam. Que vergonha de ser brasileiro!

Vídeo do Canal do Youtube Chute no Saco 100



Trecho da Tabelinha Juca Kfouri sobre a morte do torcedor.





terça-feira, 27 de março de 2012

4º Aniversário do NeoBux - Mensagem original e Tradução

Aniversário do Melhor Site PTC da Atualidade. NeoBux Faz 4 anos. Eis a mensagem postada pelo seu Administrados seguido da tradução.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Mensagem Original:


2012/03/25 às 08:38
Admin editou esta mensagem em 2012/03/25 às 11:14
Time flies, doesn't it?
4 years ago we started a project designed to give more than it takes which was controversial at the time because no one was doing it and that still hasn't changed after all this time.

I'd like to take this opportunity to tell you more about NeoBux's values and core philosophy which marks NeoBux as a totally different thing. Here's just a portion of the values we defined for our working philosophy, some of our achievements, and some of our innovations:

  • We've rendered the previous PTC model completely obsolete.
    And we've redefined our new standard more than once.
  • We've paid our members more than all PTC combined.
    And now we're taking that even further.
  • More than 90% of what we paid came at no cost to our users.
    This year it's even more.
  • We were the only PTC that gave money and prizes away, without any kind of sponsoring, to reward active users on a daily basis.
    We still are, and we still don't ask for anything in return.
  • We set new standards by delivering high quality adverting campaigns at an excellent price.
    Now we give more than double for free making our unbeatable quality reach an unmatchable price.
  • We've set real and realistic limits on withdraws while others didn't.
    And we never increased them.
  • We pay you your money without any unjustifiable delays or pointless excuses.
    And we always will.
  • We didn't set any limit on the maximum you can earn nor the maximum you can receive.
    That will never change.
  • We defined that the value of referral commissions should be unlimited per referral.
    From the beginning until now and in the future you can get commissions from your referrals without any limits.
  • We revolutionized the industry by developing and using a professional application written from the scratch in a secure language and environment.
    We've also developed AdAlert outside our application, the first ever unique extension and we keep improving our application every day based on our plans and member’s feedback.
  • We made the word innovation almost synonym with NeoBux with the introduction of countless new services and features and most of them are now standard everywhere.
    We are especially proud of the way our system benefits our users all these years which makes it possible even for those who cannot get direct referrals or can't upgrade their accounts right away to reach a very high level of earnings.
  • We offered a forum, a support ticket system, and Live Support from the first moment because we believe in communication.
    Our forum became a friendly community where users help each other while we make our best to reply to every support ticket as fast as possible (usually in a few hours).
  • We had many surprises and special promotions to reward our members.
    Instead of just a promise that this will continue we'll have more special discounts today.

The above is only a quick summary of how NeoBux works throughout these 4 years.

We've made users happy, advertisers happy, and made a huge contribution to what PTC is today.

I would like to personally thank all PTC sites, although a few, that help us maintain this industry a truthful and profitable one by sharing the same human values we do, for fighting as we always did and for believing in the dream I personally had when I envisioned a new prosperous age for PTCs which is slowly becoming a reality. Not only I'm thankful for their trust but also the trust of our users because I understand that believing in something that feels impossible is quite hard, but those who did are now grateful.

What's coming in the next years is completely mind-blowing and we count on all to make this new dream a reality.

Thank you all for these magnificent 4 years and hope to have all of you and even more for the next steps of our innovative growth.

To celebrate the 4th anniversary of our first introduction to the world:

Renewal discount on referrals for all memberships:
30 days: 8%
60 days: 13%
90 days: 20%
150 days: 27%
240 days: 32%
These renewal discounts will be available until March 27th at 15:00 server's time

Discount on new Golden Pack purchases:
Emerald: $10 discount = $280
Sapphire: $10 discount = $280
Platinum: $20 discount = $470
Diamond: $20 discount = $470
Ultimate: $50 discount = $840
This discount is available only for new purchases. Upgrades and renewals are not included.
These purchase discounts will be available until March 30th at 15:00 server's time


Discount on Golden Membership purchases and / or extensions:
One year  Golden  = $75 (includes $15 discount)
This discount will be available until March 30th at 15:00 server's time

Have fun and a wonderful weekend!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Tradução:



Como o tempo passa, não é verdade?
Há 4 anos atrás, começamos um projeto destinado a dar mais do que era preciso e que foi motivo de grande controversa na altura, porque ninguém estava a fazer o que tinha idealizado, e isso ainda se mantém apesar de decorrido todo este tempo.

Eu gostaria de aproveitar esta oportunidade para lhe falar um pouco mais sobre os valores do NeoBux e da grande essência que marca NeoBux como algo totalmente diferente:

  • Nós tornamos o anterior modelo de negócio dos ptc's completamente obsoleto.
    E conseguimos redefinir o nosso próprio modelo mais que uma vez!
  • Nós pagámos aos nossos membros mais que todos os outros sites PTC's juntos.
    E agora nós estamos a ir ainda mais além.
  • Mais de 90% do que pagámos aos nossos membros, não teve qualquer custo para eles.
    E este ano foi ainda mais!
  • Nós somos o único PTC que dá dinheiro e prémios, sem qualquer tipo de comparticipação dos nossos membros, basta que eles sejam activos.
    E nós ainda continuamos por aqui, sem pedir nada em troca!
  • Nós definimos novos padrões ao oferecer publicidade de extrema qualidade a um preço muito competitivo.
    Agora nós damos mais do dobro de publicidade gratuita fazendo com que a nossa oferta seja inigualável!
  • Nós colocamos limites devidamente pensados nos levantamentos enquanto outros não o fizeram.
    E não foi por isso que não crescemos!
  • Nós pagamos o dinheiro sem qualquer tipo de demora injustificada ou desculpas pontuais.
    E seremos sempre assim!
  • Nós nunca colocamos um limite de ganhos muito menos de quanto pode receber.
    E isto também nunca irá mudar!
  • Nós definimos que o valor das comissões dos referidos não deve ter limite.
    Desde o inicio até agora e no futuro todos irão ganhar comissões dos seus referidos sem qualquer limite.
  • Nós revolucionámos o mercado usando e desenvolvendo um site todo ele assente desde o inicio numa plataforma completamente segura.
    Nós também desenvolvemos a aplicação AdAlert, e estamos a melhorá-la constantemente de acordo com as experiências relatadas pelos nossos membros.
  • Fizemos da palavra Neobux um sinónimo de inovação com a introdução de vários serviços, sendo que a maioria deles estão disponíveis para todos.
    Nós estamos especialmente orgulhosos da forma como o nosso modelo de negócio conseguiu ao longo deste anos dar tantos benefícios aos nossos membros que tornam possível que mesmo aqueles que não conseguem angariar referidos directos ou que não possam fazer um "upgrade" à conta para que possam ter uma grande probabilidade de ganhar dinheiro.
  • Nós oferecemos desde o primeiro momento um forum, um sistema de suporte e uma plataforma de suporte em tempo real porque acreditamos na comunicação entre membros e a administração.
    O nosso forum tornou-se de mais fácil utilização onde os membros se ajudam entre si enquanto nós tentamos dar o nosso melhor em cada pedido de esclarecimento efectuado através do suporte da forma mais rápida possível (normalmente em apenas algumas horas).
  • Nós criámos muita surpresas e promoções como forma de recompensar os nossos membros.
    Em vez de apenas uma promessa que isto continuará, nós vamos dar alguns desconto especais hoje.

Em cima apenas fiz uma pequena súmula dos que foi o trabalho do Neobux durante estes 4 anos.

Nós tornámos felizes os membros, os anunciantes e demos um grande contributo para o que os PTC's são hoje em dia.

Eu gostaria de agradecer em particular a todos os sites de PTC, mesmo à minoria que ainda se mantém estáveis, e que nos ajudam a manter esta indústria como sendo confiável e rentável , alguns por partilharem os mesmo valores que nós e por lutar como nós sempre fizemos, porque acreditámos num sonho que eu tinha idealizado pessoalmente, de uma nova era nos PTC's, que aos poucos se está a tornar realidade. Não só eu estou agradecido pela vossa confiança como também pela confiança dos nossos membros porque compreendo que é difícil acreditar em algo que parece impossível e difícil, mas todos aqueles que o fizeram agora agradecidos.

O que está para vir nos próximos anos é algo completamente revolucionário e contamos com todos para fazer deste sonho uma realidade.

Agradeço a todos por estes magníficos 4 anos e espero ter-vos a todos ou a mais ainda para os próximos passos das nossas fantásticas inovações.

Para celebrar o 4 aniversário do nosso primeiro aparecimento mundial:

Descontos nas renovações de referidos para todas os tipo de conta:
30 dias: 8%
60 dias: 13%
90 dias: 20%
150 dias: 27%
240 dias: 32%
Estas descontos estarão válidos até ao próximo dia 27 de Março às 15:00 horário do servidor

Descontos na compra de um Golden Pack:
Emerald: $10 desconto = $280
Sapphire: $10 desconto = $280
Platinum: $20 desconto = $470
Diamond: $20 desconto = $470
Ultimate: $50 desconto = $840
Este desconto está válido apenas para novas compras. Upgrades e renovações não estão incluídas.
Este desconto estará válido até ao próximo dia 30 de Março às 15:00 horário do servidor


Descontos na compra da Conta Golden ou / e renovações:
Um ano  Golden  = $75 (Inclui $15 de desconto)
Este desconto estará válido até ao próximo dia 30 de Março às 15:00 horário do servidor

Divirtam-se e tenham um fantástico fim de semana!


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você não está acostumado com essa história de pagamentos por ter visto propaganda, entre no mundo dos Sites PTC aqui: Tutorial e ranking dos melhores sites PTC(Receba para clicar)


Estou trabalhando para organizar o ranking dos sites que eu mais recebi nesses três anos de sites PTC. Estou na metado do caminho... se quiser ver esse ranking clique aqui





Fiz também uma coletânea dos Banners dos principais sites, veja aqui. 
  

Tutorial NeoBux - Como se Cadastrar e usar -Retrospectiva de 2011- Entrevistas com o Administrador do site Tudo sobre o NeoBux cliqui aqui.
 

sexta-feira, 23 de março de 2012

Quatro provas de Pagamentos no mês de Maio - ClixSense, InfinityBux, Incentria e NeoBux

Mais quatro pagamentos recebidos de sites PTC, recebi dinheiro apenas por ter visto propaganda. O maior deles é uma boa noitícia. InfinityBux.O site estava com dificuldades, parou de trabalhar com o Banco Virtual AlertPay, passou para outro banco virtual menor que não conhecia, mas depois voltou atras. Eu cancelei o pedido de pagamento para o banco SolidTrustPay e pedi novamento para o AlertPay e ele está aí: U$10,00 no dia 20/03/2012.

 
Esse é o segundo pagamento que recebo desse site, no total de U$14,05 (Dollares), dessa forma ele passou para 6º lugar entre os sites que eu mais recebi dinheiro vendo propaganda(estava em 9º Lugar). Considerando o Ranking geral (incluindo todos os sites que já participei, até aqueles que já estão fora do ar), o InfinityBux Passou do 18º Lugar para o 9º Lugar.  
A boa notícia é que eu pensei que o site não iria sobreviver e com ele iria outros 4 que são do mesmo grupo: TVIPTC, PowerfulBux, ForeverBux e BuxSecure.  Nesses eu estou quase conseguindo o mínimo para fazer retirada, se eles morrerem antes ficaria muito triste!...

Cadastre-se no InfinityBux


Ou em um de seus sites parceiros:
TVIPTC
PowerfulBux
ForeverBux  
BuxSecure

O segundo pagamento é do ClixSense, que é o segundo site da minha preferencia,e em pouco tempo ele vai se tornar o segundo em valores recebidos também. Esse foi pagamento o terceiro pagamento que recebi, no valor de U$8,75 (dollares), no dia 19/03/2012 depositado na minha conta do PayPal. Eis o Pagamento:

No histórico total, recebi U$28,01 (dollares) sendo U$12,39 por ter visto as propagandas, U$17,03 pelos meus indicados terem visto propagandas, U$0,45 no jogo loteria ClixGrid (perdendo uma parcela desses ganhos em taxas bancárias). Com esse pagamento o ClixSense que estava em 4º Lugar ultrapassou o Clique.pt e chegou a 3º Lugar dos sites PTC que mais ganhei dinheiro que ainda está ativo(4º Lugar na classificação geral). Eis o Meu histórico no ClixSense:

Cadastre-se no ClixSense
 

O Terceiro Pagamento é de um site menor, com menos publicidade, mas que paga direitinho: mais U$1,00 recebido pelo Incentria no dia 20/03/2012. Eis o Pagamento:
 
No histórico geral o foi o 5º Pagamento recebido no valor total de U$5,02, o que coloca o Incentria em 9º lugar entre os sites ainda ativos e 18º lugar no Ranking geral. U$3,63 ganhei por ver propaganda, U$0,34 devido aos meus indicados terem visto propaganda, U$0,02 por eu ter mostrado o site para outras pessoas(mesmo que elas não tenham se cadastrado.) Eis o meu histórico no Incentria:

Cadastre-se no Incentria





E o quarto pagamento pedi e recebi hoje, do NeoBux, primeiro lugar na minha preferencia, no ranking dos que eu mais recebi e no ranking geral. Melhor site PTC da atualidade. Dia 23/03/2012, valor U$10,56. Eis o Pagamento:


 Histórico geral do NeoBux é 37 pagamentos recebidos, valor total recebido de U$593,47, sendo que investí no site U$180,00 então o lucro líquido é de U$413,47.
Cadastre-se no Melhor site PTC da atualidade: NeoBux






Se você não está acostumado com essa história de pagamentos por ter visto propaganda, entre no mundo dos Sites PTC aqui: Tutorial e ranking dos melhores sites PTC(Receba para clicar)

Estou trabalhando para organizar o ranking dos sites que eu mais recebi nesses três anos de sites PTC. Estou na metado do caminho... se quiser ver esse ranking clique aqui



Fiz também uma coletânea dos Banners dos principais sites, veja aqui. 
  
Tutorial NeoBux - Como se Cadastrar e usar -Retrospectiva de 2011- Entrevistas com o Administrador do site Tudo sobre o NeoBux cliqui aqui.