Magazine Luiza

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Electronic Entertainment Expo (E3) 2012 - Principais Reportagens

 Site Oficial : http://www.e3expo.com/

A Electronic Entertainment Expo 2012, conhecida como E3 2012, foi o 18º Electronic Entertainment Expo realizada. E3 é um encontro anual da indústria do comércio de Jogos para computador e jogos de vídeo games organizado pela Entertainment Software Association (ESA). O evento teve foi realizado em Los Angeles - Estados Unidos no  Los Angeles Convention Center entre 05-07 de junho 2012 . E3 é usada por muitos desenvolvedores de jogos de vídeo para apresentar os seus próximos jogos e hardware relacionados aos jogos . Foi televisionado pela Spike TV e transmitido on-line para computadores, dispositivos móveis e na Xbox Live via o aplicativo IGN. Veja uma coletânea das principais reportagens.



Diversão conectada  
Da menor à maior, games estarão em todas as telas e interligados a redes sociais. Esse é o recado deixado pal E3, maior feira do mundo. Fãs de games esperavam mais títulos novos e menos continuações


Publicação: Jornal Estado de Minas 14/06/2012 - Caderno Inform@tica - Repórter Shirley Pacelli 


Na TV, no tablet, no smartphone ou no visor 3D do console: a nova ordem no reino dos aficcionados por games é a multitela com conectividade. Pelo menos foi esse recado que as três grandes empresas – Nintendo, Microsoft e Sony – deram ao público durante a Electronic Entertainment Expo (E3), maior feira de games do mundo, realizada entre os dias 5 e 7. O evento reuniu 45,7 mil profissionais da área de entretenimento, jornalistas e investidores em Los Angeles (Estados Unidos).

Com seu novo console, o Wii U, a Nintendo redefine a dinâmica de jogabilidade ao oferecer experiências múltiplas com o GamePad. Além disso, a empresa lançou a Miiverse, mescla de rede social e central de entretenimento, em parceria com diversos provedores de conteúdo. A Sony, por sua vez, aumentou a integração entre o PlayStation 3 e o PS Vita, seu portátil. O Vita passa a ser usado também como controle do PS3 ou uma segunda tela. A companhia ainda anunciou que outras fabricantes que utilizam o sistema operacional Android, como a HTC, terão acesso ao PlayStation Mobile, seu novo agregador de games.

Sem previsão de lançamento e preço, o Smartglass foi o que a Microsoft trouxe de mais novo em sua conferência na E3. Com a pretensão de se tornar uma rede de entretenimento integrada, o aplicativo permite parar um filme no tablet e continuar de onde parou na sua TV em casa, conectada ao Xbox. Para Guilherme Camargo, gerente geral de Xbox no Brasil, o entretenimento hoje está massificado e essa é uma tendência para a próxima geração. “A conectividade é um caminho sem volta da indústria de games no mundo. Jogar é mais uma das inúmeras coisas que se podem fazer num console, pois não existe mais aquela ideia do adolescente gamer tímido e antissocial”, frisa. O Smartglass funcionará com dispositivos com sistemas da empresa, como o Windows 8 e Windows Phone.

CONTINUAÇÕES Dos novos jogos, Watch Dogs da Ubisoft chamou a atenção pela originalidade de sua narrativa, característica rara entre outros títulos apresentados, que não fugiram das fórmulas já conhecidas de sucesso. Os lançamentos dividiram opiniões entre os gamers. É o que você confere nas entrevistas que o Informátic@ fez com alguns mineiros aficionados. (Com Raphael Pires)


Centrais de entretenimento  

Maior feira de games do mundo aponta novas funções de consoles e conexão a redes sociais como pulo do gato do setor. Problema no Brasil está na entrega da banda larga


Rede social de jogadores, o Miiverse consiste numa comunidade de avatares integrada ao console e telefone (Miiverse -Toru Hanai/Reuters)
Rede social de jogadores, o Miiverse consiste numa comunidade de avatares integrada ao console e telefone
 Os consoles e o universo virtual estão cada vez mais integrados, como mostrou a Electronic Entertainment Expo (E3), maior feira de games do mundo, que terminou em Los Angeles (EUA) na semana passada. As redes de jogos on-line das grandes empresas de entretenimento oferecem a oportunidade de desafiar jogadores do mundo todo. Este é o grande chamariz das plataformas: integração social. Outros atrativos são as centenas de títulos gratuitos e um extenso mercado de complementos. Algumas plataformas, como a Xbox Live, da Microsoft, se transformaram, aos poucos, em centrais de entretenimento, oferecendo também transmissão de filmes e séries em HD.

Com um certo atraso diante da concorrência, a Nintendo lançou, durante a E3, a Miiverse, espécie de rede social de jogadores. A plataforma consiste em uma comunidade de avatares integrada ao console e ao telefone. É possível, por exemplo, jogar o New Super Mario Bros U vendo os comentários e fotos de outros avatares. Esses bonequinhos ganharão o nome de Mii. Outros serviços de conteúdo digital deverão ser agregados ao Miiverse, como o YouTube, Hulu, Amazon Video e Netflix, funcionalidades já existentes na plataforma de games on-line da Microsoft.

STREAMING Jogar Battlefield 3 em um PC com uma placa de vídeo on-board (integrada à placa mãe) é como tentar colocar 500 toneladas em cima de um Fusquinha. O jogo vai travar. Games com gráficos incríveis, como Watch dogs e Crysis 3, títulos apresentados na E3 exigem computadores cada vez mais potentes. Na brincadeira das novidades, haja grana para investir em equipamento. Fora que os títulos custam cerca de R$ 200 cada.

Uma das soluções e tendências apontadas no mercado é o streaming de games. O site OnLive (www.onlive.com) sincroniza, renderiza, armazena em um servidor remoto e oferece os jogos de forma on-line. Games de consoles e computadores são enviados como se fossem vídeos com a interação do usuário. No fim do ano, o serviço lançou um aplicativo para dispositivos móveis. Basta se cadastrar e escolher um dos planos disponíveis: mensal ou por jogo.

Um de seus concorrentes, ainda em fase beta, é o GFace (http://beta.gface.com), da Crytek. O serviço é uma multiplataforma que oferece streaming de jogos, além de recursos de compartilhamento de uma rede social. O problema desse tipo de serviço é que tudo depende da velocidade de sua conexão à internet e da distribuição dos datacenters. No Brasil, ainda não há um servidor do OnLive, por exemplo, o que dificulta o acesso.


POTÊNCIA NA NUVEM
A Nvidia, empresa especializada na fabricação de placas de vídeo, lançou, em maio, o GeForce Grid. É uma plataforma de GPU (sigla de Graphics Processing Unit, componente que processa gráficos em tempo real), na nuvem que possibilita rodar games em tablets, computadores, smartphones e TVs com o processamento remoto. A empresa oferecerá o hardware e software para parceiros como o Gaikai e a OnLive disponibilizarem streaming de jogos. Um teste foi feito durante a Conferência de Tecnologia de GPUs (CTG), com um servidor a 15 quilômetros de distância. Foi possível jogar de modo instantâneo em uma smart TV conectada a uma GPU GeForce Grid. É bom lembrar que o teste foi feito nos Estados Unidos, onde a conexão à internet é bem diferente da realidade brasileira.



VETERANAS DO MIIVERSE
PlayStation Network (PSN)

» Permite o jogo multiplayer on-line e oferece conteúdo digital para PlayStation 3, PlayStation Portable e PlayStation Vita. Há lista de amigos (com até 100 jogadores), torneios com recompensas de troféus, avatares e bate-papo com vídeo. Estima-se que tenha 90 milhões de usuários.
br.playstation.com/psn/

Xbox Live
» O serviço de jogos on-line dos consoles Xbox e Xbox 360, da Microsoft, agrega cerca de 40 milhões de usuários. Na E3 os executivos anunciaram que a plataforma virá com Internet Explorer. Permite aos jogadores se comunicar por chats, criar perfis e se desafiar em torneios. É possível ainda assistir a séries e filmes em HD. Há planos gratuitos e pagos.
www.xbox.com/pt-br/live/



Imersão digital



A tendência de conexão intensa e integração de diversos dispositivos pode trazer facilidade e rapidez para os usuários, mas é preciso cuidado com a euforia. O lançamento de Diablo III, em 15 de maio, causou mais raiva do que alegria depois de 11 anos à espera de um título novo. Para se proteger da pirataria e assegurar direitos digitais, a Blizzard tornou obrigatória a conexão à internet para jogar, mesmo nas campanhas de um jogador. Resultado: os servidores não aguentaram a enorme quantidade de tentativas de conexão e acabaram caindo. Quem queria apenas matar a saudade do jogo ficou a ver navios por pelo menos um dia.

A escolha da Blizzard foi uma falha e no Brasil isso se agrava ainda mais, acredita Jerry Medeiros, professor do curso de jogos digitais com ênfase em computação gráfica da Fundação Mineira de Educação e Cultura (Fumec). “A banda larga não é uma realidade em todo o país e certas obrigações poderiam atrapalhar os usuários”, diz. Mas ele não acredita que imposições como a da Blizzard serão frequentes.

MULTITELA As três grandes fabricantes de consoles, Microsoft, Sony e Nintendo, têm por meta usar seus produtos para aproveitar o entretenimento a partir de várias fontes, e não só da TV, por exemplo. O smartglass da Microsoft quer transformar o Xbox numa central de diversão na sala de estar, por meio de conexão wireless. Smartphones e tablets servem de complementos para algum jogo – enquanto a visão do personagem fica na TV, o inventário pode ser acessado pela tela de um dispositivo móvel – ou um filme, exibindo informações complementares.

O PlayStation 3 e o portátil PS Vita, ambos da Sony, também se integram. O portátil, com tela touch-screen e painel sensível traseiro, agrega outras funcionalidades para o console doméstico. Além disso, o jogador pode continuar um jogo de onde parou no PS3 e retomar no PS Vita imediatamente.

Tudo isso veio com o gamepad do Wii U, da Nintendo. A tela no meio de um controle abriu caminho para se pensar em novas jogabilidades na sala de estar. Para Jerry, um ambiente interligado por diversas plataformas é o próximo passo da tecnologia. “Há uma probabilidade muito grande de a integração de vários dispositivos ser o caminho, onde o entretenimento digital estaria em todos os lugares. Isso aumentaria as vendas de aparelhos, tornando-os mais baratos”, conclui. (Com Raphael Pires)


Aposta nas continuações 
Lógica mostrada na E3 é focar na fidelidade dos fãs de séries famosas. Porém, novos títulos se destacaram pela inovação





Desenvolvido somente para o PS3, The last of us tem na cumplicidade dos protagonistas o ponto forte do jogo (David McNew/Reuters)
Desenvolvido somente para o PS3, The last of us tem na cumplicidade dos protagonistas o ponto forte do jogo
 Em time que está ganhando não se mexe. Ou mais vale um pássaro na mão do que dois voando. Essas duas premissas nortearam grande parte dos anúncios de games na Electronic Enternainment Expo (E3) 2012, maior feira da área. Longe de arriscar apresentando novas séries, com outros protagonistas e enredos, as empresas apostaram no sucesso certo em prosseguir com suas franquias bilionárias, com milhares de fãs e mercado consolidado no mundo todo.

Um caso é o exclusivo da Sony God of war: ascension. O quarto jogo do branquelo enfurecido Kratos remonta à sua trajetória antes do primeiro título e mostra o guerreiro galgando sua fama na guerra. Na demo mostrada na E3, os gráficos impressionam, mas a novidade fica só na introdução de uma habilidade inédita, capaz de recriar cenários destruídos. A pancadaria sanguinária e sem intervalo continua.

A Microsoft veio desta vez com Halo 4, somente para as plataformas da empresa. Master Chief, protagonista da série, encontra inimigos novos em outro planeta. Pelas primeiras imagens, a visão do jogador acontece por trás do capacete de Master Chief, ideia retirada de outros nomes como Metroid Prime e Bioshock. Depois de Myth e Marathon, a Bungie joga todas as suas fichas no seu shooter (jogo de tiro) em primeira pessoa. Call of duty: black ops 2, Medal of honor: warfighter, Metro: last light, Crysis 3 e Far cry 3 marcaram no prolongamento de uma gama de FPS (tiro em primeira pessoa) de peso.

Com relação aos shooters em terceira pessoa, o sucesso ficou por conta de apresentar personagens queridos em novas situações. Isaac Clarke, em Dead Space 3, Lara Croft, em Tomb Raider, Leon Kennedy, em Resident Evil 6, e Baird e Cole, em Gears of war: judgement, voltam para explicar mistérios e resolver suas vidas. A série de zumbis da Capcom finalmente retorna com mortos-vivos clássicos e o cenário cheio de carros pegando fogo e prédios quebrados. Depois das demonstrações de gamepleplay desses jogos na E3, a conclusão que se tira é que Cliff Bleszinski, criador de Gears of war, continua fazendo escola, já que todos apresentam a mesma lógica inaugurada pelo game, de se esconder e atirar.
Pelos aplausos, gritos, euforia e comentários de exaltação em torno dessas continuações, parece que os nomes fortes e personagens queridos pelo público continuarão pautando o caminho das desenvolvedoras e publicadoras durante algum tempo.

ALGO DE NOVO
No meio de tantos rostos famosos e paisagens já conhecidas, novos atores em outros enredos aparecem tímidos, mas causando certo alvoroço. Quem roubou a cena foi Watch Dogs, da Ubisoft, que trata das consequências de uma sociedade totalmente dependente da rede. Os gráficos impressionaram, e a capacidade de interação com o cenário e personagens aumenta a realidade da imersão do jogador. Hackear celulares alheios, para ouvir conversas particulares, e atrapalhar o funcionamento de semáforos, são atividades que podem ser usadas como estratégia para completar missões.

Somente para PS3, The last of us, da Naughty Dog, é uma nova franquia com enredo pós-apocalíptico e bons gráficos. O companheirismo de sobrevivência entre Joel e Ellie, os protagonistas, é o ponto forte da história. O carisma dos dois causa empatia quase instantânea por eles. Tem tudo para ser aquele jogo que vai ser legal até assistir a um amigo jogar, por causa do grande apelo cinematográfico já usado em outra série da compania, Uncharted.

Para os fãs de Star Wars, conhecer o underground do universo de George Lucas era o que faltava na série. Star Wars 1313 tira os Jedis e os Sith da jogada e leva a ficção para o 1313º nível da capital do Império, Coruscant. O ambiente cheio de criminosos e obscuro coloca um mercenário no papel principal, que tem que se virar com suas habilidades humanas. Apesar de levar um nome muito conhecido, a introdução de uma realidade à parte das grandes guerras estelares acrescenta muito à série.

O Japão não fica de fora das novidades e tem em Ni nu kuni: wrath of the white witch um exemplo do potencial dos estúdios nipônicos. Quem se apaixonou por A viagem de Chihiro e O castelo animado vai ter um bom motivo para jogar o exclusivo para PS3. O mesmo estúdio que fez as duas animações participa de Ni nu kuni, dando um aspecto especial para o jogo, com traços leves e de anime. (Com Raphael Pires)


WII U
Única empresa a apresentar um console na feira, a Nintendo colocou suas fichas no sucessor do Wii. Com o conceito de multi-telas e uma rede social para jogadores nas mãos, Shigeru Miyamoto, o nome por trás de Mario, Zelda e Donkey kong, testou a tecnologia com os bichinhos de Pikmin 3. Pecou apenas em anunciar suporte para games que já existem nas concorrentes, como Mass Effect 3 e Ninja Gaiden 3. O controle-tablet do Wii U é o grande diferencial da nova plataforma, que, desde sua primeira aparição na E3 do ano passado, é fonte de discussão sobre possibilidades e receios de uma tela touch-screen no meio de botões analógicos. 


Quem joga é que sabe  
Lançamentos da E3 dividem opiniões entre gamers mineiros, que analisam ainda compartilhamento e armazenamento na nuvem





 Das continuações, o professor Marcelo Tannure elege Tomb Raider como sua preferida (Shirley Pacelli/EM/D.A Press)
Das continuações, o professor Marcelo Tannure elege Tomb Raider como sua preferida
 De um lado um sonoro: “Decepcionante, carente de novidade de games”. Do outro: “A feira é para mostrar blockbusters mesmo, como aqueles jogos de ação que tem sempre o carequinha com cara de mau”. Assim se dividiram as opiniões do funcionário público André Augusto da Silva, de 28 anos, e Flávio Ferreira Lanza, de 29, especialista em vídeos, sobre a Electronic Entertainment Expo (E3).

Para André da Silva, o ciclo dos consoles está chegando ao fim. Ele esperava lançamentos de jogos realmente inovadores. O único título apresentado que ele destaca é o Watch dogs, da Ubisoft. O funcionário público costuma gastar até R$ 200 por mês em games e passa pelo menos uma hora por dia jogando. Ele até tem um portátil, o Nintendo 3Ds, mas prefere os consoles mais robustos, a exemplo do Wii e o PlayStation 3, para aprofundar na narrativa de séries como Max Payne e Assassin's creed. Apesar de sua clara preferência aos videogames, ele aposta na tendência de investimento nos títulos para PCs e dispositivos móveis.

André destaca que o Fifa 13 terá aplicativo para acompanhar os status dos amigos, fazer vídeos e mandar para o Facebook na hora. “A palavra-chave do mundo é compartilhar e parece que as empresas estão se saindo bem nisso”, ressalta. Silva acredita que o déficit tecnológico da internet brasileira deve diminuir com o tempo, tornando viáveis sistemas de streaming de jogos com arquivos na nuvem. “Parece que tudo vai ser acessado remotamente”.

REINVENTAR A RODA Se André esperava inovação, Flávio Lanza nunca criou essa expectativa em relação aos jogos apresentados na E3. “É a maior feira do ano. É até inteligente as produtoras escolherem um ou outro IP (sigla em inglês para propriedade intelectual, jogo inédito, uma nova marca registrada) para poder lançar. É complicado apostar em um jogo novo se não tiver certeza que será bem recebido”, explica. Ele argumenta que a visibilidade da feira é muito grande para assumir o risco e que existem diversos outros eventos destinados às produtoras independentes, onde elas poderão exibir suas novidades. Lanza conta que neste ano a Sony lançou o Papa & Yo, proposta inovadora de uma produtora sul-americana. Em alguns casos, para ele, vale arriscar porque o enredo é realmente original e não segue uma fórmula de sucesso já conhecida.

Sobre a feira, Lanza acha que a Nintendo seguiu contra a maré de jogos on-line, propondo mudanças somente na jogabilidade, com o lançamento do Control pad do Wii U. A tendência de comando de jogos por pranchetas digitais foi acompanhada também pelas principais concorrentes. A decepção com a empresa, para ele, foi o fato de o Residente Evil 6 não ser lançado para o Wii U. “A Microsoft, por sua vez, aproveitou a E3 só para tentar vender o Windows Phone”, ironiza.

Armazenamento de jogos nas nuvens, para ele, não vinga no país, porque exige uma internet com velocidade de processamento de dados que não existe no Brasil. “As novidades são sempre pensadas para o ambiente digital dos Estados Unidos”, pondera. Lanza faz questão de enfatizar que, desde a década de 1980, os jogos vêm ganhando em narrativa e personagens e, desta forma, a indústria de videogame ultrapassou a cinematográfica, se posicionando como a maior no ramo do entretenimento. “Infelizmente, da forma como o governo brasileiro trata o game – ainda como brinquedo de criança – ele só favorece a pirataria”, complementa.

Narrativa em foco




A única frustração com a E3 de Marcelo Tannure, de 48, produtor audiovisual e professor no curso de jogos digitais da Fumec, foi não ter participado do evento. “Ver os executivos apresentando e a plateia fissurada deve ser incrível”, imagina o produtor. Da série de continuações apresentadas em Los Angeles, ele não tem dúvidas: Tomb Raider é a preferida. “Eu gosto desses lançamentos porque você já sabe o universo do personagem, percebe a evolução do game. Esse novo título vai recontar a história da Lara Croft, que terá suas habilidades aprimoradas, como poder atirar enquanto se pendura em uma corda”, descreve.

Além de Tomb Raider, Star wars 1313, Beyonds: two souls, Watch dogs, e Halo 4 são outros jogos que integram a lista de compras futuras de Marcelo – além das narrativas elaboradas, ele destaca os gráficos impressionantes. “O hiperrealismo presente nos games aumenta a diversão. Tem que ter desafio. A busca constante por melhorias das técnicas faz o jogo ficar cada vez melhor.”

Tannure afirma que as grandes empresas de entretenimento estão inovando ao levar os games para outras plataformas, como tablets e smartphones. “Acho superlegal, só é preciso tomar cuidado com a imersão da pessoa no jogo. Ninguém pode viver só para isso”, ressalva. Apesar de incentivar a distribuição de games por plataformas móveis, o professor acha pouco provável o streaming de games deslanchar no Brasil. “Se o jogo ficar on-line, a internet não vai aguentar. Você contrata 100MB de velocidade e pela lei brasileira a companhia só é obrigada a garantir 10% disso. Enquanto não melhorar a legislação não adianta.” 



Conferências 

E3 2012 | A conferência do Xbox 360

Halo 4, Tomb Raider, Resident Evil 6 e conectividade foram os destaques

Publicação Omelete.uol 04 de Junho de 2012 Repórteres Flávia Gasi e Érico Borgo


Ainda que a E3 2012, maior feira de game do ocidente, só comece na terça (5/6), a segunda-feira foi lotada de atividades para a imprensa e indústria. Tradicionalmente, um dia antes do evento são realizadas as conferências das grandes empresas do mercado.

Xbox 360 - E3 2012

A conferência da Microsoft durante a E3 2012 abriu com um vídeo Live-Action que mostrava novos mundos e batalhas intergalácticas. Logo depois, foi mostrado um trailer de jogabilidade de Halo 4 , Splinter Cell: Blacklist foi anunciado e Gears of War: Judgement ganhou um teaser. Os dois últimos serão lançados em 2013. Resident Evil 6 também foi testado no palco. Entre os games mais esperados do ano, ainda foram demonstrados um vídeo de FIFA 13 com reconhecimento de voz – dá até pra xingar o juiz, veja:



Entre os novos trailers, houve espaço para Tomb Raider e South Park: The Stick of Truth - abaixo:


Para fechar a noite, foi divulgado um novo trailer de Call of Duty: Black Ops 2.

No maior centro de convenções entre as empresas que fizeram seus eventos hoje e com um superelaborado palco, a gigante fez uma apresentação burocrática, toda perfeitamente roteirizada e sem qualquer margem a erros. Começou informando que o Xbox 360 se tornou o console mais vendido mundialmente e partiu para anunciar novidades em termos de conectividade. Só Trey Parker e Matt Stone, os criadores de South Park, desobedeceram a norma e fizeram o momento mais inspirado da manhã, contando piadas e tirando sarro da própria empresa: "imagine você chegar em casa e seu xbox conversar com seu celular, com sua TV, com sua geladeira", caçoando do anúncio, minutos antes, do Xbox Smart Glass.
Esse novo serviço da Microsoft integrará qualquer tablet, smartphone e o Windows com o Xbox 360, "tornando qualquer TV uma smartv". A ideia é que todos os seus aparelhos saibam o que você está fazendo como entretenimento prioritário, ampliando essa experiência. Como exemplo, foi mostrado um trecho de Game of Thrones sendo exibido no Xbox 360, com o tablet ou celular ao lado, mostrando no mapa onde a ação está acontecendo em Westeros naquele momento. Tudo controlado por voz, outra grande aposta da empresa, integrado com o touch screen dos aparelhos. Essa mesma tecnologia permitirá o controle do primeiro browser de Internet que efetivamente pode funcionar bem na TV, o Internet Explorer, já que toda a interface se dará através dos portáteis (e seus teclados touch), com a TV funcionando como um supermonitor. Assista ao vídeo do Xbox Smart Glass:




A empresa também divulgou novas funcionalidades para o sistema de procura de entretenimento do console, por meio de gênero e do servidor Bing, e também novos provedores como Nickelodeon, Paramount, Machinima, Videos, NBA, NHL e mais canais da ESPN. Claro, este conteúdo é da Xbox Live Norte-Americana, ainda resta saber o que ficará disponível no Brasil. Também foi comentado acerca do Xbox Music, que trará acesso ao iTunes para oferecer mais de 30 milhões de músicas ao Xbox 360, Windows 8, Tablets e Smartphones.
A Microsoft aproveitou a ocasião para confirmar exclusividades como o jogo de corrida Forza Horizon, primeiro game aberto da franquia Forza, que será lançado em 2013:




Além do Nike Kinect Training, desenvolvido em parceria com a Nike:


E o novo game da Lionhead, Fable The Journey, que também ganhou um novo trailer:


Veja, também, o primeiro vídeo de Dance Central 3:


Também foram demonstrados o game para download Wreckateer (uma espécie de Angry Birds em primeira pessoa) e anunciados três exclusivos: LocoCyclo, Ascend: New Gods e Matter. Esse último foi criado por Gore Verbinski, o diretor de Piratas do Caribe. Usher fechou a festa com uma apresentação cheia de som, dançarinas e fumaça, com Dance Central 3 ao fundo.

E3 2012 | A conferência da Nintendo

Pikmin 3, New Super Marios Bros. U e Mass Effect 3 para o novo console da empresa são os destaques

Publicação Omelete.uol 05 de Junho de 2012 Repórteres Flávia Gasi e Érico Borgo

A abertura da E3 2012 para os jornalistas circularem pela feira só começa depois do almoço, então a Nintendo aproveitou a manhã desta terça-feira em Los Angeles para realizar sua conferência.

Nintendo - E3 2012

No confortável Nokia Theatre, Shigeru Miyamoto abriu a apresentação lembrando dos motivos que levaram a Nintendo a criar o Wii U - o novo console da empresa, misto de portátil e controle -, que surgiu na telona em imagens com duas versões: preta e branca. "Jogo assimétrico" foi o termo criado para descrever a experiência de jogo que o Wii U proporciona, com o jogador com o gamepad (o controle com tela sensível a toque) assumindo uma posição isolada, enfrentando os demais.
A seguir, Pikmin 3 foi revelado. O criador disse que realizá-lo foi um desejo seu assim que começou o desenvolvimento do novo console. O novo jogo aproveita a capacidade do console, mostrando Pikmins individualmente, com detalhes, incluindo a nova versão: o Pikmin pedra. O funcionamento acontece da seguinte maneira: o gamepad mostra um mapa abrangente, enquanto a tela da televisão dá uma visão macro. Isso dá mais possibilidades estratégicas. Ou dá para simplesmente usar o gamepad, como todos os jogos do console - em que o uso da TV é opcional.



A seguir, Reggie-Fils Aime, presidente da Nintendo nos EUA, falou sobre as mudanças que o Wii U pretende trazer para os consumidores - games para "os mais fanáticos entre os fanáticos e os mais novatos entre os novatos". A ideia é  criar um novo videogame como uma nova "janela social", algo que ele demonstrou com o detalhamento do aparelho em um vídeo em que todos os botões e funcionalidades foram explicados; e outro revelando o Wii U Plaza, a tela de abertura do console, que terá recursos de socialização. Nela, os Miis aparecem reunidos ao redor dos games que estão jogando. Será possível conversar com outros usuários aí usando teclado ou desenhando com a caneta no gamepad. Parte dessa socialização foi comentada brevemente em New Super Mario Brothers U, jogo que terá mensagens de usuários e amigos dentro da ação.



O gamepad teve destaque a seguir na demonstração de Batman Arkham City, que terá versão para Wii U, intitulada Batman Arkham City Armored Edition. O gamepad funcionará como a luva-controle do herói, comandando todo o arsenal, como o controle-remoto do batarangue ou gatilho para explosivos individuais. Além disso, o título terá fases exclusivas.



Outros títulos tiveram destaque, como Scribblenauts Unlimited, com a criação de objetos inéditos e compartilhamento das suas invenções. Com 43 milhões de WiiFit e WiiFit Plus vendidos, a aparição do WiiFit U era uma obviedade. O programa terá novos eventos e exercícios, agora com a possibilidade de serem feitos sem o uso da TV, só com o gamepad. Além disso, um jogo de karaokê, Sing, foi revelado. Nele, o gamepad mostra a letra, permitindo que quem está cantando olhe para os amigos e não para a tela, mudando a interação das partidas. A novidade foi recebida com silêncio, já que um vídeo meio constrangedor foi mostrado.
 Sem alarde, apenas com um clipe muito rápido entre uma dezena de outros, uma surpresa interessante surgiu no telão: Mass Effect 3 terá versão para o Wii U.
Três outros jogos de Mario também foram anunciados: New Super Mario Bros 2, Paper Mario e Luigi's Mansion Dark Moon, todos para o Nintendo 3DS.







Um game chamado Lego City Undercover, para o WiiU e 3DS, foi anunciado com um trailer com uma trilha sonora exploitation, bem setentista. Parece muito divertido, um game de investigação policial bem-humorada.



A Ubisoft também marcou presença na apresentação, levando vídeos brevíssimos de games como ZombiU, Rabbids Land, Rayman Legends, Assassin's Creed III, The Avengers - Battle for Earth e Sports Connection. O único que teve destaque foi ZombieU, um jogo de tiro em primeira pessoa que combina o gamepad e a TV de uma maneira interessante. O controle pode funcionar como mira, scanner, gerenciador de inventório ou detalhamento do cenário (algo que requer interação próxima, por exemplo).


A conferência mostrou também o funcionamento de Just Dance 4 no Wii U, que terá jogo para até cinco jogadores - quatro dançando e um controlando a coreografia, chamado "Puppet Master".

A conferência terminou com NintendoLand, um game que reúne diversas atrações multiplayer inspiradas em grandes franquias da empresa, como Zelda, Mario e Donkey Kong.






E3 2012 | A conferência da Sony

Grandes exclusividades e um novo jeito de ler marcam a conferência 

Publicação Omelete.uol 05 de Junho de 2012 Repórteres Flávia Gasi e Érico Borgo


Depois de um vídeo que compilava os novos lançamentos da empresa, tanto para o PlayStation 3 como para o PS Vita, a Sony continuou sua apresentação na E3 2012 se dirigindo aos jogadores: “São sete anos de E3 e o PlayStation é privilegiado por estar aqui todos estes anos, e sempre prestamos homenagem aos heróis dos games, mas hoje queremos prestar homenagem aos jogadores”.
O primeiro game a ser comentado foi Beyond, da Quantic Dreams, que terá a atriz Ellen Page como protagonista.

Outro game que não poderia faltar no catálogo de títulos apresentados pela empresa durante o evento foi God of War: Ascension; assista à demo.


Além disso, The Last of Us também ganhou uma demonstração especial, que você pode conferir

PS3 3 e PS Vita
Logo depois, foi anunciado que o game PlayStation All-Stars Battle Royale terá batalhas entre jogadores do PlayStation 3 e PS Vita.

A questão se jogabilidade entre as duas plataformas foi bem comentada e, segundo a empresa, será um dos elementos que receberá maior atenção durante os próximos anos.
No PS Vita, games clássicos como Tomb Raider e Final Fantasy VII estarão disponíveis, além de novas funcionalidades, como YouTube e Hulu Plus, Music Unlimited. Outra questão tocada foi a PSN, a rede do console, que contará com novos jogos exclusivos durante 2012. A versão premium e paga da rede também entregará games gratuitos aos seus assinantes.
Sony e Ubisoft
A parceria entre as duas empresas rendeu duas notícias no universo de Assassin's Creed III, (confira os detalhes de Liberation, para o PS Vita):


o lançamento de pacote especial do game para o PlayStation 3 e um trailer que mostra batalha naval:


O trato também aumentou o universo de Far Cry 3, que terá multiplayer para até quatro pessoas e ganhou um novo trailer:


Realidade aumentada
A Sony anunciou um livro de realidade aumentada, chamado WonderBook, que servirá como “um livro que pode ser jogado”, veja a trailer:




A empresa ainda anunciou uma parceria com a autora de Harry Potter, J.K. Rowling, para lançamento do WonderBook Book of Spells, assista ao vídeo:








Electronic Entertainment Expo (E3) 2012

Publicação Site http://magnatas.net 07 jun 2012 AUTOR: André Rocha
E3 2012: Coletiva Microsoft
_____________________________________
Em sua coletiva na E3, a Microsoft,  não apresentou nenhum console novo, no entanto, novas sequências de suas franquias de games mais famosas, gadgets para o Xbox 360 e a integração do videogame com o futuro Windows 8 foram os principais focos da empresa. Confira mais detalhes:

Smartglass

O Smartglass é um aplicativo para ser instalado em computadores, tablets e smartphones que integrará o Xbox Live com o Windows 8, possibilitando a conexão de todos os dispositivos da empresa entre si. Dessa forma, os dispositivos móveis, como os smartphones e tablets, servirão como uma espécie de controle remoto para o console do Xbox e ainda tornarão possível o acesso a alguns conteúdos especiais. Para exemplificar essas possibilidades, foi apresentado um tablet rodando o Smartglass e acessando um mapa interativo para o jogo Game of Thrones do Xbox. Para novos jogos como Madden NFL 13, será possível desenhar jogadas de futebol americano e, para o Halo 4, estarão disponíveis mapas, estatísticas e opções de multiplayer.
Versões do aplicativo Smartglass para iOS e Android deverão ser lançadas, mas com limitações em relação aos dispositivos móveis do Windows.
Xbox Music

Ainda na linha da integração do Xbox com computadores, tablets e smartphones, a Microsoft anunciou o lançamento do Xbox Music, que fará streaming, download e compartilhamento de músicas de forma bastante parecida com o iTunes. Com mais de 30 milhões de músicas no catálogo, o Xbox Music terá diversas opções de compartilhamento entre os dispositivos da Microsoft e chega, principalmente, para oferecer concorrência aos dispositivos da Apple, Playstation e Android, que já oferecem serviços semelhantes.
Nike & Kinect Training
Em parceria com a Nike, será lançado um serviço que permitirá que o usuário tenha acesso a todas as informações sobre os exercícios executados usando o Kinect diretamente em seu smartphone.
Internet Explorer no Xbox 360
Para encerrar as principais novidades em relação aos gadgets, a Microsoft também anunciou que finalmente o Internet Explorer terá uma versão especial pra TVs de alta definição para rodar no Xbox 360. Esse recurso veio para preencher ainda mais o leque de possibilidades aberto pela integração do console com o Windows 8.
Games 
A Microsoft apresentou novos títulos das aclamadas franquias Halo, Tomb Raider, Resident Evil, FIFA, Splinter Cell, Forza, Gears of War, Dance Central e Call of Duty. E também apresentou novos jogos, como Ascend New Gods, LocoCycleSouth Park: The Stick of Truth e Matter, que não contaram com muitos detalhes, pois, provavelmente, ainda levará algum tempo até serem lançados. Confira mais detalhes sobre os principais games.

E3 2012: Coletiva Nintendo
_____________________________________
Nintendo mostrou seu mais novo console, o Wii U, revelou detalhes sobre a Nintendo Land e apresentou diversos jogos novos das suas já famosas franquias. Veja mais detalhes:
Wii U
O lançamento do Wii U foi a novidade mais aguardada da coletiva da Nintendo. O console sucessor do Wii promete maior qualidade de gráficos, que, segundo a Nintendo, serão ainda melhores do que os do Playstation 3 e Xbox 360. Além disso, uma das maiores inovações do Wii U é seu controle-tablet de de 6.2”, chamado GamePad, que permitirá que o jogador fique totalmente independente da TV, podendo visualizar o game diretamente na tela do controle.
Com lançamento estimado para o Natal de 2012, nas versões preto ou branco, o preço do Wii U ainda não foi revelado, no entanto, Reginald Fils-Aime, presidente da Nintendo da América, informou que o console também terá suporte para YouTube, Netflix, Amazon Video e Hulu.


Nintendo Land
Através do caminho de possibilidades aberto pelo GamePad do Wii, a Nintendo lançou um conjunto de minigames com 12 títulos, incluindo Legend of Zelda Battle, Donkey King’s Crash Course e Takamaru. Os minigames possibilitarão interação entre os jogadores, que receberão imagens e informações diferentes em cada um dos GamePads, criando uma disputa muito mais cooperativa e interessante. Segundo a definição de Reggie Fils-Aime, “com um jogo assimétrico, múltiplas experiências são possíveis no mesmo jogo, ao mesmo tempo. Isso é transformador.”

E3 2012: Coletiva Sony
_____________________________________
Novidades sobre gadgets e games para o Playstation 3. Gráficos surpreendentes, interatividade e até mesmo uma parceria com a empresa de smartphones HTC foram os principais pontos explorados pela Sony.
PS Mobile e parceria com a HTC
Para substituir o Playstation Suite, que permitia que apenas dispositivos eletrônicos móveis da Sony tivessem suporte aos games da empresa, foi anunciado o lançamento do PS Mobile, que, associado a uma parceria com a empresa de smartphones taiwanesa HTC, passa a disponibilizar os jogos do Playstation 3 para smartphones e tablets da HTC que possuam o sistema Android.
A união foi inaugurada com a apresentação de um smartphone Android HTC One X rodando alguns dos jogos do Playstation 3. Dentre os games que estarão disponíveis para PS Mobile estão Lara Croft and the Guardian of Light, FIFA 2012, Battlefield: Bad Company, Dead Space, Need For Speed: Hot Pursuit e Need For Speed Shift.
PS Move & Wonderbook 
O PS Move é o já conhecido sensor de movimentos para jogos do Playstation 3. A Sony anunciou na coletiva que já existem mais de 250 títulos disponíveis para esse recurso e os games Epic Mickey 2 e LittleBigPlanet Karting integrarão a lista em breve.
A grande novidade para o PS Move é o Wonderbook, um livro que funciona através de realidade aumentada e a interatividade com o PS Move. Dentre os livros já disponíveis para essa tecnologia estão o Diggs Nightcrawler e o Book of Spells, baseado na série Harry Potter e no qual o controle é usado como uma varinha para aprender a realizar os feitiços.
PS Vita
Dois novos títulos foram anunciados para PS Vita, o Call of Duty: Black Ops Desclassified, e o Assassin’s Creed III: Liberation.
A Sony não exibiu nenhum trailer e deu poucas informações sobre o Call of Duty, já essa versão do Assassin’s Creed será a primeira da série a ter uma protagonista feminina e já tem data de lançamento: 30 de outubro deste ano.




'Angry Birds' terá versão para console, anuncia Activision
Site Portal Terra 08 de junho de 2012 14h47


A Activision anunciou durante a E3 que adaptará o Angry Birds para os videogames. As informações são do site Edge Online.
"Teremos algumas novidades em cerca de duas semanas", disse o porta-voz da empresa. "Espere até você ver Angry Birds em consoles de alta definição", completou.
A marca de pássaros mal-humorados já foi baixada mais de um bilhão de vezes em todo o mundo. Nesta semana, a Rovio, produtura da franquia, disse em seu perfil no Twitter que a última versão do game, lançada no final de março, bateu novo recorde e teve 100 milhões de downloads.
'Angry Birds' ganhará versão para consoles de alta definição. Foto: Reprodução
'Angry Birds' ganhará versão para consoles de alta definição
Foto: Reprodução


Electronic Entertainment Expo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Electronic Entertainment Expo
LA Conference Centre E3 2005.jpg
E3 na Los Angeles Convention Center em 2005
Primeira edição 1995
Edição atual 2012
Local(is) Los Angeles Convention Center
Gênero Videogames
Página oficial http://www.e3expo.com/
A Electronic Entertainment Expo, mais conhecida como E3, é uma feira internacional dedicada a jogos eletrônicos. É considerada a mais importante do gênero, por reunir novidades relativas a lançamentos e tendências de mercado de várias empresas do setor. O evento teve seu início em 1995 e, desde então, acontece anualmente. Em todas as edições, com exceção de 2007, que foi realizado em Santa Mônica, Califórnia, foram realizados realizados no Los Angeles Convention Center.
Durante dois anos, a feira passou a ser chamada de E3 Media and Business Summit, por diminuir seu porte e sofrer alterações em seu formato, com foco em profissionais da indústria, o que resultou em uma queda notável de visitantes. Contudo, em 2009, o evento foi reestruturado novamente para abranger profissionais mais diversificados, frente à má recepção das edições de 2007 e 2008.

História

Em 1995, a E3 foi organizada pela Interactive Digital Software Association (agora a Entertainment Software Association). Coincidiu com o início de uma nova geração de consoles, com o lançamento do Sega Saturn, e os anúncios de novos lançamentos de PlayStation, Virtual Boy e Neo-Geo CD. Especificações para a Nintendo Ultra 64 (mais tarde rebatizado de Nintendo 64) foram liberados, mas não havia nenhum hardware mostrado. O evento decorreu de 11 de maio até 13 de maio no Los Angeles Convention Center, em Los Angeles. Entre as principais empresas no evento, incluíam Sega of America, Inc., com o presidente e CEO Thomas Kalinske; o presidente da Sony Electronic Publishing Company, Olaf Olafsson; e o presidente da Nintendo Howard Lincoln.



Bastidores E3 2012: confira a jornada do POP Games por Los Angeles



Site PopGames 04/06/2012 - 10:37h

Nossa equipe de enviados já está em Los Angeles e, depois de aproveitar (bem pouquinho) o ensolarado clima da costa oeste americana, mostra um pouco do que será a E3 por dentro neste vídeo acima.


Não estranhe os espaços vazios. A E3 mesmo só começa amanhã, mas as portas já estão abertas para a visita e cadastro da imprensa desde o fim de semana. É necessário: o acesso à E3 é rigorosamente restrito, e não tem como dar um passo para dentro do Convention Center sem um crachá munido de um código de barras especial. De qualquer maneira, nada como ver o local já todo decorado para o maior evento de games do mundo: pôsteres dos novos lançamentos, o tradicional cartas de boas-vindas. É como estar em casa. A Warner Bros. e a Disney Interactive parecem ter investido bem: cartazes de "Epic Mickey 2", continuação do jogo do camundongo desenvolvido por Warren Spector, e "Injustice", o jogo de luta com personagens da DC Comics, lotam os pavilhões de entrada.

Fiquem ligados que o compromisso da segunda ainda não é o Convention Center. Hoje a tarde a equipe da Microsoft estará em peso no Galen Center, apenas algumas quadras da feira, para mostrar o novo enfoque da linha Xbox e, claro, um pouco do novo "Halo 4" e "Gears of War: Judgement".

Bastidores - E3 2012 - Los Angeles

A maior feira de games do mundo é regada de surpresas. É natural que os jornalistas fiquem com os cabelos em pé, atentos pelas novidades que agitarão o mercado nos meses futuros, mas também podemos vê-los em pontos turísticos ou aproveitando ofertas em lojas de games. Afinal, ninguém é de ferro, não é mesmo?

E muito do que ocorre nos "bastidores" acaba passando despercebido, mas sabemos que esse assunto gera curiosidade. Afinal, o que os jornalistas estão fazendo quando não estão digitando ou testando os novos games? Quais são as curiosidades que acontecem por trás das câmeras? Onde diabos eles comem?

Essas e outras curiosidades você poderá desvendar aqui, nos Bastidores POP da E3 2012!

30 de maio, 22:00h (horário do Brasil) Hora de ir ao aeroporto. Parte da equipe (Orlando Ortiz, Ricardo Farah, Rodrigo Ortiz) já está a caminho do Aeroporto Internacional de Guarulhos (popularmente conhecido como Cumbica). O quarto membro do grupo, Jefferson Melo, seguirá em breve em vôo solo. Como o avião parte na madrugada do dia 31, é bom chegar cedo e fazer o check-in para garantir um bom lugar no avião.

31 de maio, 14:10h (horário de Los Angeles) Pousamos! Nosso voo teve escala no Panamá, portanto podemos dizer que fizemos uma viagem em dois capítulos. Mesmo chegando em LA no horário programado, o processo de passar na aduana, retirar as malas e esperar o "shuttle" (a van que nos leva ao hotel) tomou um tempo considerável -- só saímos do aeroporto LAX às 15:30! Aproveitando o pouco tempo disponível e tratamos de visitar a Amoeba Store, a maior loja independente de música do mundo, e fizemos uma matéria com vídeo para o Blogs POP Música.

01 de junhoEste foi o dia de cobrir o pré-evento da Konami, que revelou algumas das novidades que veremos durante a E3 2012. Aproveitamos para preparar os computadores, conferir gravadores, ajeitar microfones, enfim… deixar tudo em ordem para os dias que virão. A E3 é uma correria enorme, então o segredo é estar preparado para o que der e vier. O que inclui fazer uma lista de compras, para deixar a mochila abastecida de alimentos para encarar o dia-a-dia agitado. Na hora da diversão, nada como comprar alguns games, camisetas e outras bobeiras que os nerds adoram. Tudo isso seguido de um belo jantar, é claro!

02 de junhoLembra da listinha da compras que mencionamos? Hoje foi dia de utilizá-la. Já garantimos garrafas d`água, salgadinhos, frutas e bolinhos para servir de "combustível" durante a feira. Todas as câmeras já estão com baterias adicionais separadas, pois uma só jamais é suficiente para aguentar o dia todo. Uma pausa rápida para um hamburguer, uma camiseta aqui, um bonequinho acolá e o dia se encerra com mais um jantar bacana. Ao fim do dia, o Rodrigo ficou lendo em um canto, o Farah mexendo no computador e o Orlando… dormindo em pose de vampiro.

03 de junhoProva de fogo para os teclados! Hoje é dia de adiantar textos, preparar muitas entrevistas e, é claro, escrever mais um capítulo de nosso "diário de bordo". Hoje também temos outras tarefas importantes: buscar as credenciais para entrar nos pavilhões da E3, filmar alguns detalhes dos bastidores para um vídeo que estamos preparando. Um dos computadores nos pregou uma peça: ao atualizar seu horário para o local, de Los Angeles, nosso cronograma de atividades ficou com todos os horários bagunçados. Oh, céus, o que fazer? Já que não temos o Chapolim para nos defender, o jeito foi conferir e-mail por e-mail e garantir que os horários estão corretos. Que trabalheira… Bom, agora é hora de buscar as nossas credenciais no Los Angeles Convention Center. Confira o resultado!

04 de junho
Apesar da E3 só começar oficialmente amanhã, hoje o dia é cheio de afazeres, com uma quantidade boa de conferências: Microsoft, EA, Ubisoft e Sony. Nelas tivemos uma prévia do que veremos na feira em si e em breve chegará ao mercado. Os destaques foram "Halo 4" e primeira apresentação de "Splinter Cell", na Microsoft. Na EA tivemos a rede social da "FIFA 13" e o modo cooperativo de "Dead Space 3". Apesar de grandes franquias "Assassin`s Creed" e "Rayman", "Watch Dogs" roubou a atenção na conferência de Ubisoft. E a Sony mostrou o primeiro trailer de "The Last Of Us" em ação.

05 de junho
Foi dada a largada para a 18ª E3. Já entramos oficialmente em uma dieta regada a muito café pra dar conta de ver tudo. A caminhada pela feira é grande e no caminho temos capturado imagens para as galerias e os vídeos que vocês já podem conferir no portal, incluindo imagens das Gatas da E3 2012. Mas o foco principal foi a conferência da Nintendo, que abriu oficialmente a feira. Miyamoto "Pikmin 3", dois novos "Super Mario" e mais detalhes sobre o Wii U foram o que agitaram o Nokia Theater e o que será o assunto por muito tempo nos corredores da E3.

06 de junho
Após dois dias intensos dias de grandes conferências e poucas horas de sono, a maior expectativa de hoje fica por conta das novidades sobre o 3DS que a Nintendo deixou para falar em seu showcase, que acontece ao final do dia. A equipe continua trabalhando em cima de novas entrevistas que você poderá conferir aqui, testando jogos e correndo com o material que você pode conferir aqui no POP Games.

07 de junho
Uau, ao mesmo tempo que nós gostaríamos que a E3 durasse mais uma semana a sensação é de também não vermos a hora de voltar para casa, descansar um pouco e compilar tudo que ficou faltando. isso porque hoje, o último dia de E3 2012, nossa equipe se dividiu completamente para dar conta de um dos dias de maior trabalho a ser feito.

Só para vocês terem uma ideia, neste exato momento em que esse texto está sendo escrito, o Jefferson está participando de uma entrevista/teste demo de Halo 4. O Rodrigo acaba de retornar de um papo com os produtores da Telltale, que nos mostrou uma demo do segundo episódio de The Walking Dead. Já o Farah está neste momento testando todos os jogos que faltam da Square Enix para, finalmente se dirigir para o estande da Nintendo e fazer uma das mais importantes entrevistas desta viagem (surpresa, depois revelamos). Por fim o Orlando está encontrando cada um dos desenvolvedores e representantes das empresas que venceram nossa premiação de Melhores da E3 2012.

Missão cumprida, nossa equipe irá direto para o hotel e, finalmente, o aeroporto de Los Angeles, retornando para o Brasil em uma viagem que durará toda a sexta-feira (graças ao fuso horário, principalmente). Mas como falamos, a E3 está só na metade. Durante os próximos dias, prepare-se para conferir muita entrevista exclusiva, teste de jogos, galeria de imagens e vídeos especiais. Você não perde por esperar!

Galeria de fotos: Gatas da E3 esbanjam gráficos, jogabilidade, diversão…

Por Redação E3 Expo em 7 / junho / 2012

O que seria de uma E3 sem as booth babes? Elas estão por toda a parte. Pelos corredores do Convention Center em Los Angeles, tirando a nossa concentração na hora de testar os jogos nos estandes e até estrategicamente localizadas do lado de fora do pavilhão da feira.
Neste ano não foi diferente e nossa equipe de jornalistas enviados para Los Angeles tiveram a “difícil” missão de fotografar todas as gatas da E3 2012. Ossos do ofício, pessoal, sabe como é.
Confira abaixo a galeria com todas as fotos das gatas da E3 2012. Os créditos são do nosso fotógrafo (sortudo) Orlando Ortiz.



e32012gatasdae3boothbabes012

Fim da magia. Adeus E3 2012; olá E3 2013!

Por Redação E3 Expo em 8 / junho / 2012

Como diz aquela antiga frase: “tudo o que é bom dura pouco”. A Electronic Entertainment Expo 2012 chegou ao fim e vai deixar saudade. Mas, felizmente, agora ao longo do ano inteiro vamos acompanhar o rastro de novidades e grandes jogos que a feira deixou.
A ESA, organizadora do evento, divulgou os tradicionais números da edição deste ano. Em 2012 tivemos 45,700 pessoas da indústria dos games do mundo todo participando. A estimativa é de que a E3 gerou 30 mil reservas de hotel e quase 40 milhões de movimentação de dólares para Los Angeles.
Mas algo estranho aconteceu este ano. Nós nos lembramos muito bem quando estávamos na E3 2011 e, antes de fechar as portas do Convention Center, a organização já tratava de avisar a data da próxima feira. Desta vez em 2012, no entanto, isso não aconteceu.
A E3 2012 acabou e pela primeira vez não sabemos a data e nem mesmo o local de realização para 2013.
Mas, calma, não se trata de uma questão “se teremos E3 2013 ou não”. O problema é que já faz alguns dias que a ESA está enfrentando dificuldades em conseguir confirmar o local de Los Angeles devido ao governo estar construindo um estádio ao lado do Convention Center.
Talvez o próximo evento não seja em Los Angeles, mas, fique tranquilo, a E3 2013 certamente acontecerá. Onde e quando especificamente é só uma questão de tempo para descobrirmos.