Magazine Luiza

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Campus Party 2013 - Melhores Reportagens e vídeos das palestras

Site oficial: www.campus-party.com.br/

Pelo sexto ano consecutivo a Campus Party montou acampamento na cidade de São Paulo, grande pólo de tecnologia no Brasil. E lá fizemos nossa parte para criar a “Garagem do Vale do Silício brasileiro”, mostrando para o mundo o nosso grande potencial!
E o Riocentro será o local do grande encontro! Com 100 mil m² de área construída o espaço estará totalmente ocupado pelos participantes em busca das últimas novidades sobre inovação, ciência, cultura e entretenimento digital!
São esperados 7.500 campuseiros neste que é o maior acontecimento de tecnologia e internet do mundo, sem contar a Zona Expo, um espaço totalmente gratuito e aberto ao público, onde é possível interagir com um verdadeiro parque de diversões digital.
Não perca essa chance única de encontrar as principais comunidades da web brasileira para compartilhar conhecimentos, expandir a rede de contatos e, quem sabe, iniciar um novo negócio. A #CPBR6 te espera!!!
O Anhembi Parque foi o local do grande encontro! Com 76 mil m² de área construída o espaço esteve totalmente ocupado pelos participantes em busca das últimas novidades sobre Inovação, Ciência, Cultura e Entretenimento Digital! Foram quase 8.000 campuseiros neste que é o maior acontecimento de tecnologia e internet do mundo, sem contar a Zona Expo, um espaço totalmente gratuito e aberto ao público, onde foi possível interagir com um verdadeiro parque de diversões digital.




O fantástico mundo dos nerds  
Campus Party chega à sua sexta edição no Brasil e, diferentemente das anteriores, a organização acerta na infraestrutura. Segurança também recebe maior atenção este ano


Publicação: Jornal Estado de Minas 31/01/2013 Caderno Inform@tica Repórter: Shirley Pacelli

Entre temas sérios, convidados ilustres e muita discussão sobre tecnologia, o humor não deixa de marcar presença no grande encontro, como ocorre desde 2008 (Shirley Pacelli/EM/D.A Press)
Entre temas sérios, convidados ilustres e muita discussão sobre tecnologia, o humor não deixa de marcar presença no grande encontro, como ocorre desde 2008
 
São Paulo – Fila quilômetrica na Campus Party Brasil 6 (CPBR6), no Anhembi Parque (SP). Calma, dessa vez os campuseiros só esperam pelo brinde de uma das empresas participantes do evento: um tuíte por um travesseiro, troca justa. A aglomeração e correria para ganhar presentes foi o único motivo para que os participantes esperassem por algo. Ao contrário do ano passado, a edição 2013 de um dos maiores eventos de tecnologia do país foi de pura tranquilidade. Com uma brisa mais fria, o tempo cooperou e não foi preciso enfrentar uma saga para beber água. A tão falada internet de 30GB funcionou “lindamente bem”. O pequeno ajuste fica por conta da falta de Wi-fi, mas os cabos estavam bem distribuídos por todo o espaço com raras falhas. O áudio de cada palco, pertinho um do outro, também melhorou. Mesmo porque, volta e meia, a turma de geeks resolve soltar, em coro, um grito típico da galera. Se ouvir cornetas, é o Partido Pirata recolhendo assinaturas para a sua fundação.

Diante do boicote surgido por parte de muitas caravanas, devido ao aumento exorbitante do preço dos ingressos (R$ 375, com camping, contra cerca de R$ 200 no ano passado), os organizadores quiseram ressaltar o quanto a CPBR evoluiu este ano, especialmente em infraestrutura. Para prevenir ocorrências de furto, como aconteceu em 2012, a organização colocou um raio-X controlando a entrada e saída das pessoas. Somente equipamentos cadastrados no seu próprio crachá de identificação poderiam sair com o dono. A inconveniência de esperar um pouco por sua vez era aceitável em nome da segurança.

CP MINEIRA Antônio Carlos Valente, presidente do Grupo Telefônica no Brasil, patrocinadora do evento, afirmou que 2012 foi um ano excelente para o grupo, pois levou a Campus Party, pela primeira vez, para o Nordeste (Recife-PE) e criou condições para, agora, chega à maior edição. “Esse ano será melhor que 2012 e pior que 2014”, disse, reafirmando o compromisso de melhorias constantes a cada versão. Mario Teza, gerente geral da Futura Networks, empresa que realiza o evento, deixou a entender que haverá CPBR em Recife novamente este ano. Segundo ele, a empresa já procurou o governo mineiro para projeto semelhante, mas que não houve ainda interesse no lançamento de uma Campus Party estadual. “Sem o apoio do estado e da prefeitura, não tem como promover o evento”, disse.

Ao todo, cerca de 150 mil pessoas passarão pelo Anhembi até domingo. Entre os anônimos geeks, webcelebridades como PC Siqueira (vlog Mas Poxa Vida) e Marcelo Cidral (tumblr Como eu me sinto quando) dão o ar da graça em suas oficinas ou estandes. Saiba o que rolou de mais interessante na Campus Party e conheça os mineiros que desembarcaram em solo paulista para mostrar o que fazem na grande festa nerd.

 Grande festa... Agora sem filas  
Em caravana, mineiros desbravam a Campus Party 2013 e elogiam as alterações realizadas



 
Internet de 30GB e organização foram aprovadas pelos campuseiros, que discordam do custo para participar  (shirley pacelli/em/d. a press)
Internet de 30GB e organização foram aprovadas pelos campuseiros, que discordam do custo para participar
São Paulo –
Reza a lenda que qualquer lugar que aglomere no mínimo 10 pessoas sempre tem um mineiro no meio. Entre os 8 mil campuseiros na Campus Party Brasil 6 (CPBR6), um dos maiores eventos de tecnologia do país, não foi difícil encontrar a turma do Uai-Fi, caravana de 47 pessoas, de Minas Gerais. Desde segunda-feira, o grupo está acampado no Anhembi Parque, sede do evento na capital paulista. A organizadora do grupo, Karoline Miranda Barretos, publicitária de 26 anos, já está em sua quarta edição e afirma que esse ano tudo mudou. “Antigamente, a gente chegava às 3h30 e só conseguia entrar de tarde. Dessa vez, às 9h15 já estávamos dentro do evento”, diz. A organização, segundo ela, marcou um horário para a entrada de cada caravana, o que evitou tumulto. Karoline também destacou a segurança da organização. Ela deixou o notebook (trancado) a noite toda na mesa e ele estava esperando por ela no outro dia. Em 2012, foram vários as ocorrências de equipamentos roubados.

Apesar dos elogios, sempre há um problema que aparece no decorrer do evento. A campuseira reclamou das duchas e do banheiro, que ficou muito distante para a turma do camping, que precisa atravessar toda a área de 64 mil metros quadrados. Fora isso, a fraca programação somada ao aumento exagerado do custo da entrada fizeram com que muitos veteranos de CPBR ficassem em casa. “Demorei seis meses preparando a nossa vinda. Foi difícil, porque muita gente desistiu assim que soube o valor do ingresso”, conta Karoline. Para completar a turma, mineiros de Viçosa, Montes Claros, Congonhas e Salinas integram o grupo.

MELHORIAS Com quatro anos de experiência, a jovem conta que a edição 2013 é a campeã de participação feminina, cerca de 25% do público. No Uai-Fi vieram nove meninas, recorde da caravana. Infelizmente, ou felizmente, a maior parte delas vem acompanhada dos namorados nerds. As solteiras chegam a se arriscar em romances que, normalmente, não são tão duradouros devido a distância entre o novo casal formado. “Eu mesma namorei um cara de Natal (RN), mas não deu muito certo”, revela a mineira. Como dica, ela diz que os meninos mais comunicativos sempre se dão bem. Karoline conta ainda que vez ou outra a área de camping fica animada durante a noite. Os campuseiros costumam postar tuítes com hashtag #CPBR6 insinuando movimentos estranhos na barra número tal.

Assim como Karoline, Vicenzo Naves, analista de qualidade, de 26 aos, concorda que a infraestrutura da Campus Party melhorou. “O tempo ajudou o galpão a ficar mais fresco. Não tive problema com a internet, os cabos estão funcionando”, explica, ressalvando apenas que há poucas tomadas fora das bancadas. O preço elevado dos ingressos, para ele, já era previsível. "A Futura Networks, que realiza a Campus, prioriza sempre o lucro", afirma. O custo foi de R$ 375 (R$ 75 de aluguel da barraca e o restante pela entrada).

BOICOTE Com seu “nada” chamativo chapéu de chef, o analista se destacou entre os membros do Uai-Fi. Naves mantém o blog Geek cuisine (geekcuisine.com.br), que tem uma nobre motivação: afastar os nerds do fast-food. “A ideia é mostrar a eles que cozinhar não é difícil. Os nerds sempre comem pizza, hamburguer... Quero provar que é possível se alimentar bem sem gastar muito”, diz. O analista não é autodidata, fez curso de gastronomia em Belo Horizonte e fala com conhecimento de causa. O espaço virtual recebe cerca de 200 visitas diárias. Para os novatos, ele sugere preparar a receita da batata assada, com recheio a gosto. Todas a elaboração está detalhada passo a passo e com fotos no seu blog.

Em defesa da Campus Party diante do boicote de milhares de campuseiros ao evento, por causa do alto custo da entrada, Antônio Carlos Valente, presidente do Grupo Telefônica do Brasil, patrocinadora master da Campus Party, fez questão de ressaltar a série de inovações desta edição, a começar pelos 30GB de conexão à internet atuais em comparação com os 5GB iniciais. Mario Teza, gerente geral da Futura Networks, empresa realizadora do evento, por sua vez, disse que agora a equipe tem a experiência necessária para fazê-la com competência. “Valente sempre falou para melhorar a qualidade do som nas palestras e fizemos isso. Conseguimos mais espaço, montamos centenas de banheiros e duchas quentes, instalamos ventiladores adicionais e geradores para não termos problema de energia. Estamos sempre aprendendo para melhorar”, complementa Teza.



PÍLULAS DA CPBR6
Com uma agenda de cerca de 500 horas de conteúdo e nove palcos, os assuntos mais diversos envolvendo tecnologia foram discutidos na Campus Party, de empreendedorismo à reciclagem. Veja alguns tópicos importantes que o Informátic@ selecionou:

» Briga pela massa
A Telefônica Vivo, em parceria com a Mozilla, a empresa espanhola Geeksphone e o Facebook, resolveu disputar com o Google o mercado de smartphones populares. Durante o encontro, a companhia fez o lançamento da plataforma aberta Firefox OS, que será lançada comercialmente no segundo semestre de 2013. Por enquanto, os dispositivos móveis serão distribuídos só a desenvolvedores de aplicações. Durante o evento, realiza-se o concurso de desenvolvimento Firefox OS, cujo desafio é criar aplicações em HTML5 para o sistema. Os 174 aparelhos trazidos ao Brasil serão distribuídos, unicamente, a programadores. O objetivo é aumentar a oferta de programas para o sistema. Em uma demonstração, Antônio Carlos Valente, presidente do Grupo Telefônica no Brasil, testou as funcionalidades básicas do aparelho, como streaming de vídeos. A Vivo não tem contrato de exclusividade com a Geeksphone.

» Conversa espacial
“Ao infinito e além!”. Quem não sabe o lema do Buzz Lightyear, simpático astronauta do filme Toy Story? O que talvez você não saiba é que seu nome foi inspirado em Buzz Aldrin, segundo homem a pisar na superfície da Lua e convidado especial da CPBR6. Aldrin fez um keynote divertido para os campuseiros que o admiravam no palco principal do evento. “ I dont speak portuguese, não sei porque não chamam de brazilian”, brincou no começo de sua fala. Questionado sobre um possível fim do monopólio estadunidense sobre programas espaciais, Buzz respondeu, com ironia, que muita gente ainda acha que eles nem foram à lua. Viagens turísticas espaciais também foram tema das perguntas. “Se você conhece alguém que tem um milhão de dólares sobrando, posso colocar essa pessoa em contato com os caras certos”, disse. Missões em Marte são o tema do seu próximo livro Mission to Mars: My Vision for Space Exploration, que será lançado em maio. “Mas seria preciso outra guerra fria para fazer com que os sonhos ambiciosos se tornem realidade”, ponderou.

» Case monstro
Uma réplica gigante do personagem dos quadrinhos Homem de Ferro virou parada certa para fotos dos campuseiros. O que poucos deles perceberam é que a estrutura era uma CPU. Mais precisamente: o gabinete pessoal de Alexandre Ferreira de Souza, para o desespero da esposa preocupada com o “trambolho” em casa. Desde 2000, ele trabalha com a prática conhecida como case mode, modificação do gabinete de um computador. Ele já fez cabeça de dragão, demônio escaravelho, dragão completo com quase um metro de uma asa a outra... Com tantos seres do mal, ele brinca que, na verdade, faz case “monstros”. A réplica é uma espécie de cartão visita do seu trabalho. Os clientes costumam pedir CPUs um pouco menos robustas, mas não menos criativas, como mascotes de times de futebol. Também nessa área, Tiago Martins, da GBA Coller, levou ao evento o gabinete de acrílico com sistema de refrigeração em água avaliado em R$ 18 mil. De acordo com ele, a maioria de seus clientes são gamemaníacos...e ricos, claro!


Visitantes da Campus Party 2013 recomendam seus games preferidos

Publicação: Site TechTudo 03/02/2013 16h34   Repórter Pedro Zambarda
 
A Campus Party 2013 também teve áreas voltadas para os viciados em videogames. Para entender os gostos dos visitantes do evento, o TechTudo foi conversar com os campuseiros e descobrir quais são seus jogos eletrônicos favoritos.
Curtiu esse jogo de corrida com três monitores? Na Campus Party é possível jogar em simuladores (TechTudo|Pedro Zambarda)Curtiu esse jogo de corrida com três monitores? Na Campus Party foi possível jogar em simuladores (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Yago Portello tem 20 anos e veio de Santa Maria, Rio Grande do Sul. Ele disse que gosta de MMOs e games online, mas ficou impressionado com outros jogos. “Gostei bastante dos simuladores de corrida, com várias telas e que mostram movimento dos carros. Também gostei dos campeonatos da Intel, com muita gente participando. Curti ver DotA (League of Legends) e Starcraft”, afirmou o gamer.
Meninas jogam Dance Central no sensor Kinect, do Xbox 360 (TechTudo|Pedro Zambarda)Meninas jogam Dance Central no sensor Kinect, do Xbox 360 (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Apesar de não dançar, Stefanie Souza, de 23 anos, é fã de jogos do gênero. “Gosto muito de Dance Central e joguei aqui na Campus Party. É o melhor jogo de dança, muito melhor que Just Dance. Dance Central tem uma jogabilidade mais completa, o sensor funciona melhor com o corpo”, disse a jogadora.
Sua amiga, Milena Caldas, tem a mesma idade e também gosta de dançar com o videogame. “Gosto tanto de Dance Central quanto de Just Dance. O que pega é que o Dance Central é realmente mais completo e ele tem um estilo de jogo que qualquer um pode tentar. Iniciantes e gente mais experiente jogam juntos. Quando a gente joga Dance Central é uma festa, o pessoal dança junto”, explicou a campuseira. Milena gosta também de MMORPG e jogou Starcraft na Campus Party. As duas meninas vieram da cidade de Jequié, Bahia.
Os consoles dos anos 70, 80 e 90 na Campus Party (TechTudo|Pedro Zambarda)Os consoles dos anos 70, 80 e 90 na Campus Party (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Um SNES e o Atari 2600 que foi autografado por Nolan Bushnell, um dos palestrantes da Campus Party (TechTudo|Pedro Zambarda)Um SNES e o Atari 2600 que foi autografado por Nolan Bushnell, um dos palestrantes da Campus Party (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Gamer jogando Sonic no Mega Drive, na Campus Party (TechTudo|Pedro Zambarda)Gamer jogando Sonic no Mega Drive, na Campus Party (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Juliano de Oliveira, que tem 28 anos, já um gamer mais nostálgico e aprecia jogos antigos. “Gosto mesmo de games retrôs e jogo desde meus cinco anos. Aprendi a jogar no Mega Drive. Tive um Atari [2600] antes, mas o Mega tem um valor especial pra mim”, disse o jogador. Juliano também veio de longe até São Paulo, na Campus Party: ele é de Santana de Parnaíba, no interior paulista. “Não esperava encontrar esses jogos retrôs por aqui”, disse.
A Intel fez campeonatos de games na Campus Party (TechTudo|Pedro Zambarda)A Intel fez campeonatos de games na Campus Party (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Renan Gomes tem 18 anos e é muito fã de League of Legends (LOL). “Joguei dois games por aqui: LOL e Unreal Tournament 3. Gosto muito de MMOs e jogos de tiro. O campeonato de LOL promovido pela Intel foi muito legal. O time brasileiro ganhou do time coreano, o que foi bem curioso. Mas não nos classificamos para a final”, disse o gamer, "viciado" em jogos online.
A Campus Party também tinha outros jogos curiosos e outros que nem eram videogames, como pebolim e pingue-pongue. Os torneios com vários jogadores e computadores estão na parte gratuita do evento, além de fliperamas e games retrôs. Na Campus paga, o visitante pode conferir simuladores de corrida, de avião e outros.
Além de videogames, os campuseiros também se divertiram no Pebolim (TechTudo|Pedro Zambarda)Além de videogames, os campuseiros também se divertiram no Pebolim (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Fliperamas e arcades também estão na Campus Party para os gamers (TechTudo|Pedro Zambarda)Fliperamas e arcades também estão na Campus Party para os gamers (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)







Campus Party fica mais ''madura'' e também mais cara; veja destaques da edição 2013 em São Paulo

Do UOL, em São Paulo


Por que ir à Campus Party?

A versão paulistana da Campus Party parece ter atingido a maioridade em sua sexta edição, realizada no Anhembi Parque de 28 de janeiro a 3 de fevereiro. Os muitos problemas presentes em outros anos – como furtos, apagões, queda de conexão, goteiras – tiveram pouco ou nenhum destaque durante a semana em que se realizou o encontro com milhares de nerds. O preço para essa melhora foi pago pelos próprios participantes: enquanto em 2011 eles desembolsaram R$ 150 de inscrição e R$ 20 para acampar, em 2013 esses valores subiram para R$ 300 e R$ 75.

O pacote dava direito a assistir a diversas palestras e usar a internet ultraveloz de 30 Gbps (gigabits por segundo), um novo recorde na velocidade (em 2012 eram 20 Gbps; em 2011, 10 Gbps). Essa conexão, no entanto, só estava disponível via cabo: a Campus Party ainda não oferece Wi-Fi.
Aqueles que passaram a semana no Anhembi Parque encontraram preços altos também para comer fora do bandejão: uma coxinha chegava a R$ 6, mesmo valor de uma lata de refrigerante. Por isso, criou-se um comércio paralelo de comida e bebida, incluindo aí quem oferecesse um potinho de macarrão instantâneo já preparado por R$ 6 e refrigerante em lata por R$ 4.

Veja os destaques do 'acampamento nerd' Campus Party 2013, em São Paulo


Foto 44 de 147 - 29.jan.2013 - Vista da área da barraca, onde cerca de 4.000 pessoas devem passar a semana acampadas Andre Penner/AP
Perfil
A melhora na estrutura do evento foi acompanhada de um amadurecimento no perfil dos participantes, que estavam lá com objetivos definidos: fazer contatos, parcerias, divulgar seus sites, aproveitar bem a conexão ou tudo isso junto. Aparentemente, ninguém estava lá de bobeira. O clima estava de acordo com o tema deste ano, que era justamente o empreendedorismo.

Veja também

  • Juliana Carpanez/UOL Andrigo Cremiatto, caracterizado como Psy
"Nosso papel é promover um ambiente real de networking para os empreendedores digitais, desde fomentar a concepção de trabalhos até conectar aceleradoras e investidores", afirmou ao caderno "Tec", da "Folha de S.Paulo", Mario Teza, diretor-geral do evento.
O diretor comercial Andrigo Cremiatto, 28, se encaixa nesse perfil do novo campuseiro. Vestido de Psy, o cantor sul-coreano de "Gangnam Style", ele participou da Campus Party para aprender a tornar contínuo o sucesso de seus vídeos na internet. Isso porque esse conteúdo caseiro, segundo Cremiatto, tem impacto no sucesso de sua empresa de compra e venda de empilhadeiras (um dos arquivos é uma paródia da música que deu origem a sua fantasia).

Estrutura
Uma das principais reclamações em edições anteriores, a segurança foi reforçada com duas esteiras com raio-x para passar os eletrônicos e também detectores de metal – o clima era de embarque em voo internacional. Computadores, com exceção de tablets, também foram marcados com uma etiqueta com sua descrição em código de barras.
Ainda assim, um participante disse que teve seu notebook, câmera e carteira furtados na própria esteira do raio-x. Além desse, outro ponto negativo foi a aparição de ratos nos pavilhões do Anhembi.
Sobraram barracas na área de camping, onde havia capacidade para 6.000 pessoas (eram 5.000 barracas, se consideradas as individuais e as duplas). A organização não informa quantos acamparam no local, mas a previsão era de que 4.000 pessoas fossem passar as noites na Campus Party. Um voluntário responsável pelo credenciamento afirmou no terceiro dia de evento que cerca de 2.000 barracas ainda estavam vazias, sem previsão de ocupação.

Campuseiras e ''booth babes'' esbanjam beleza na Campus Party 2013

Foto 23 de 48 - Além das campuseiras, vários estandes levam à Campus Party modelos para promover suas marcas. As gatas são conhecidas como ""booths babes"" Divulgação


CPBR6 - MySQL for Developers





CPBR6 - Criando Jogos para o PS Vita com C#



 

CPBR6 - As tecnologias que revolucionarao os videogames nos proximos 5 anos

 

 


Gadget permite controlar computador com gestos como em 'Minority Report'

Publicação - Site TechTudo 03/02/2013 10h00
Repórter Nick Ellis 
 
O Leap Motion é um acessório muito barato e interessante, que permite que você controle seu computador com gestos como Tom Cruise no filme "Minority Report". No último sábado, durante a Campus Party 2013, realizada em São Paulo, testamos o gadget e o controle com reconhecimento de movimentos.
Testamos o sensor Leap Motion na Campus Party (Foto: TechTudo/Nick Ellis)Testamos o sensor Leap Motion na Campus Party (Foto: TechTudo/Nick Ellis)
O Leap Motion reconhece todos os dedos, se a mão está mais alta ou mais baixa, a movimentação e o ângulo. A sensibilidade do aparelho é impressionante. O tempo de resposta é curto, o que é essencial para um bom desempenho nos jogos.
O aparelho pode ser comprado por US$ 69 no site da empresa, que faz entregas no Brasil, e é uma solução interessante não só para games, mas até mesmo para rodar o novo sistema operacional Windows 8. A ASUS vai lançar um ultrabook equipado com o sensor da Leap Motion no lugar do mouse.
O sensor Leap Motion foi trazido para a Campus Party pela empresa Devdoo, que pretende vender jogos e aplicativos para desenvolvedores, deixando a comercialização do hardware para a Leap Motion através do seu site.

CPBR6 - Open Source na Globo.com

 

CPBR6 - Mulheres e Software Livre

 

CPBR6 - Para onde vai o e-commerce brasileiro

 

CPBR6 - PC Siqueira e Rafinha Bastos

CPBR6 - MySQL for developers

 

Gerais

Quando e onde acontece a Campus Party Brasil 2013?
Em São Paulo, no Anhembi Parque de 28 de Janeiro a 03 de fevereiro de 2013.
Qual o horário de abertura dos portões para a entrada dos participantes?
Os portões serão abertos para os participantes a partir das 12h do dia 28/01/2013.
Desejo fazer alterações na minha inscrição, a quem devo recorrer?
Se você precisa fazer alterações na sua inscrição, como atualizar seus dados, sua fotografia ou inclusive acrescentar ou eliminar opções, você pode fazê-lo diretamente entrando em sua ficha de usuário, com o e-mail e senha escolhida no momento do registro online.
Caso não consiga efetuar a alteração que deseja, entre em contato conosco através de sua ficha de usuário até o dia 31 de dezembro de 2012. Os participantes que não obtiverem foto em seu cadastro terão que passar pela fila de Incidências. Evite filas, atualize seu cadastro dentro da data prevista!

Inscrição

Quais opções de inscrição existem para a Campus?
Para a Campus Party você poderá adquirir sua entrada com os seguintes valores:

- Até esgotarem os ingressos R$ 300,00 (Trezentos reais)

Você ainda poderá adquirir sua entrada através do programa BOLSA CAMPUS, com desconto de 50% - Para alunos com bolsas de estudos universitários, tais como ProUni, Fies, bolsas estaduais e municipais e bolsas filantrópicas é oferecido o desconto de 50% no valor da inscrição, bem como no valor do camping DUPLO. Você poderá se inscrever através desta modalidade até esgotarem os ingressos, para realizar esta inscrição por esta modalidade clique AQUI.

Camping:

- Individual R$ 75,00 (Setenta e cinco reais)
- Dupla R$ 37,50
(Trinta e sete reais e cinquenta centavos)
Como eu posso adquirir o serviço de alimentação?
Aguarde maiores informações.
Que serviços não estão incluídos na minha inscrição?
Dentro da Campus Party existem lugares em que você poderá adquirir bens e serviços, como entretenimento ou comidas rápidas. No momento em que chegar ao local do evento você poderá se informar sobre os serviços adicionais oferecidos na Campus Party por fornecedores independentes.
Menores de idade podem participar da Campus Party?
Sim, poderão, desde que acompanhados dos pais, tutores legais ou responsáveis maiores de idade, que também deverão se inscrever. Lembramos que são necessários: uma declaração de autorização dos pais ou tutores, assim como da pessoa responsável presente no evento no caso de não ser uma das referidas anteriormente, com firma reconhecida em cartório, bem como xerox autenticado dos documentos de identificação dos pais ou tutores, do responsável presente no evento e do menor. Os documentos devem ser enviados para nosso escritório, na Avenida Ipiranga 6681 prédio 96B sala 108, bairro Partenon na cidade de PORTO ALEGRE/RS, CEP 90619-900 até o dia 23 de Dezembro de 2012. A declaração somente terá validade após a análise da documentação. Para baixar a declaração, clique aqui.
Me inscrevi na Campus Party mas não posso comparecer ao evento. Outra pessoa pode ir no meu lugar com o meu ingresso?
Não, a entrada na Campus Party é pessoal e intransferível. Está vinculada aos dados do inscrito que não poderão ser modificados, neste caso sugerimos a solicitação de reembolso até o prazo estipulado conforme o Regulamento, Capítulo Nove – Cancelamento da Participação.
Não desejo mais ir ao evento, posso solicitar o reembolso?
O participante terá direito a cancelar a sua participação até 7 (sete) dias após o pagamento, no entanto, haverá retenção de uma alíquota de 25%, referente a taxas administrativas e impostos. A solicitação deve ser realizada através da ficha de usuário do participante.
Os pedidos de cancelamentos feitos posteriores a este prazo não serão aceitos.
Desejo transferir a minha entrada para outra pessoa, é possível?
Não. As entradas são pessoais e intransferíveis, portanto após a compra você será o único que poderá utilizá-la.
O que é um palco ou uma temática de conteúdo?
Os palcos de conteúdo são espaços em que cada um dos participantes da Campus Party poderá desenvolver todas suas habilidades, trocar experiências e adquirir novos conhecimentos através de palestras, concursos, mesas redondas, oficinas e debates. Dentro de cada palco, o campuseiro encontra diferentes temáticas, sempre vinculadas a tecnologia: Mídias Sociais, Blog, Games, Simulação, Software Livre, Desenvolvimento, Segurança, Redes, Hack, Modding, Hardware, Eletrônica, Astronomia, Robótica, Green Tech, Música, Fotografia, Vídeo, Fórum, Empreendedorismo, Nanotecnologia, Biotecnologia e Sistemas Operacionais.
É necessário registrar-se em uma temática de conteúdo?
Sim. É importante porque permite à organização ter uma estimativa das pessoas que estarão em cada temática e, com isso, programar e destinar os recursos necessários para as atividades da área que o inscrito escolher. Até o dia 31 de Dezembro de 2012 é possível mudar as áreas de conteúdo escolhidas no momento da inscrição.
Lembramos que a inscrição em uma área de conteúdo não impossibilita o participante de participar nas demais áreas, servindo apenas como uma base de cálculo para a estimativa de público em cada área.
Se me registro em uma área de conteúdo posso participar de atividades de outra área?
Sim. O fato de você se inscrever em uma área não é motivo para restringir sua participação em qualquer tipo de atividade das outras áreas da Campus Party, a não ser que, por alguma razão, a atividade a realizar seja expressamente exclusiva a um tipo específico de usuários. Nesse caso, a organização informará aos participantes as condições para assistir, por exemplo, atividades com crianças, professores, visitantes, etc.

Camping

Posso dormir dentro das instalações da Campus Party?
Sim, mas você deverá adquirir o serviço de camping. A área de acampamento é destinada aos participantes que já possuem ingresso, e optem pela aquisição do serviço “Camping”. Nesta área já haverá instalada a barraca do participante, além de uma estrutura com banheiros e chuveiros. Esta área é restrita aos participantes que tenham adquirido este serviço em sua ficha de usuário.
Os chuveiros e guarda-volumes estão à disposição de todos os campuseiros?
Não. Os chuveiros e guarda-volumes estarão disponíveis para os campuseiros que optaram e pagaram pelo serviço de acampamento.
A organização tem algum local para adquirir os itens de acampamento?
Não. A organização não fornece, distribui ou vende os itens necessários para que você possa ficar na área de acampamento disposta dentro da Campus Party.
Se decido ficar na área de acampamento e no momento da inscrição escolhi a opção de não ficar, o que devo fazer?
Você poderá adquirir á qualquer momento o serviço de camping, desde que o mesmo esteja disponível. Para tal basta acessar sua ficha de usuário, e selecionar a opção “Comprar outros serviços”, marcar a opção de camping e realizar o pagamento. Caso todo o processo ocorra da maneira correta, após a confirmação de seu pagamento o serviço aparecerá, em verde, na tela inicial de sua ficha de usuário. Caso a opção não esteja disponível, é provável que o serviço tenha se esgotado, e portanto não será possível ao participante acampar.
Qual o tamanho das barracas cedidas pela organização da Campus Party Brasil 2013 e Telefônica/Vivo?
O tamanho das barracas foi planejado com o objetivo de oferecer mais conforto aos campuseiros. Portanto, as barracas individuais da Campus Party possuem 1,45m x 2,05m e as duplas 1,60m x 2,05m.
Como funciona o camping duplo?
O camping duplo é uma opção para os participantes que desejam dividir uma mesma barraca. Para que isto ocorra, dois participantes devem optar pelo pagamento do serviço “Camping duplo”, e após a confirmação realizar a reserva da barraca, convidando a outra pessoa que adquiriu o serviço para finalizar a reserva. Para tal, acesse sua ficha de usuário e selecione a opção “Reserva de camping duplo”, digite o e-mail do parceiro que adquiriu o serviço e confirme. Após a confirmação de seu parceiro você receberá um aviso, informando sobre a conclusão do processo de reserva. A confirmação da reserva deve ser feita em até 15 dias, caso contrário seu serviço é cancelado e o valor devolvido com retenção das taxas administrativas.
IMPORTANTE: Um participante que possua o serviço “camping duplo” NÃO poderá convidar outro que não o possua.
Como funciona a reserva do camping duplo?Após a confirmação do pagamento deste serviço você deverá convidar outro participante, que também o tenha adquirido, para dividir a barraca com você. Após o pagamento do serviço você terá 15 dias para convidar o outro participante e este aceitar seu convite, caso isto não ocorra o seu serviço será cancelado e o valor pago pelo mesmo reembolsado com retenção das taxas administrativas, dentro dos termos descritos no regulamento.
Será possível dividir com alguém que não dispõe do serviço?
Não. O camping duplo está disponível apenas aos participantes que adquiriram o serviço “camping duplo”. As vagas para a Zona de Camping já estão esgotadas e o número de vagas é calculado levando em consideração a quantidade de banheiros, guarda-volumes, segurança e demais serviços oferecidos.
Possuo camping individual, e desejo dividir com um amigo meu que não conseguiu o serviço, é possível?
Não. Apenas podem dividir barracas dois participantes que possuam o serviço “Camping duplo”. É vetado o acesso de pessoas que não possuem algum destes serviços (Camping simples ou duplo) à área de acampamento.
Á partir de quando estará disponível o camping aos participantes que tenham adquirido o serviço?
O camping passa a funcionar no momento de abertura dos portões da Campus Party. Não é possível acampar no local antes do início do evento.
O que é preciso para ficar na área de acampamento?
Para acampar, você receberá uma barraca, mas é sempre recomendável levar: saco de dormir (sleeping bag) ou um colchão inflável, cobertor e isolante térmico para o piso. O camping será dentro das instalações de Campus Party, por isso você não precisará de outros artigos necessários para acampar. No entanto, sugerimos que os participantes levem um cadeado próprio.
Posso levar a minha barraca no evento?
Não, as únicas barracas que podem ser usadas sao as fornecidas pelo nosso patrocinador principal Telefônica/Vivo.
Como devo proceder no dia de saída da Campus Party?
Primeiramente é importante que você recolha todos os seus pertences calmamente, para que não deixe nada para trás. Após isto você pode desmontar a barraca e leva-la consigo, ela é sua!
Lembramos que na saída poderá haver inspeção manual de suas malas/mochilas, portanto é necessário paciência e calma. Caso você tenha que viajar fique atento aos horários, e adiante ao máximo sua saída.

Equipamentos

É necessário levar um computador pessoal?É altamente recomendável. Você pode participar mesmo sem um computador ou notebook, mas lembramos que todo o evento gira em torno do entretenimento e conhecimento digital, e no momento de efetuar o pagamento, automaticamente adquire o direito a um lugar dentro da arena dos computadores da Campus Party. Você pode escolher levar um computador de desktop ou um laptop.
Mas se não tenho computador, posso participar da Campus Party?
Sim. Você pode assistir a todos os eventos e atividades que estejam programados dentro da Campus Party, no entanto, não poderá aproveitar seu espaço na arena dos computadores ou participar em atividades que incluam o uso de computadores.

Chegada ao evento

O que devo fazer quando chegar ao evento?
Ao chegar no evento procure o local de credenciamento. Caso já tenha sua credencial, busque a fila de entrada correspondente, para que você acesse o pavilhão da Campus e se instale no local. Lembramos que os portões só serão abertos ao meio-dia, portanto não é preciso chegar ao local logo de manhã, assim você evita filas e incômodos no acesso ao evento.
Não recebi minha credencial, o que devo fazer?
Busque o nosso setor de credenciamento. Lembramos que participantes VIPs, colaboradores, voluntários, ganhadores de promoções e imprensa NÃO receberão as credenciais em casa.
Não possuo foto em meu cadastro, ou ele está incompleto, o que devo fazer?
Neste caso dirija-se ao balcão de incidências, lá nossa equipe poderá auxiliá-lo para a confecção de sua credencial.

Durante o evento

O que acontece se a organização do evento encontra alguém consumindo (ou sob os efeitos de) álcool, narcóticos ou sustâncias ilegais dentro dos limites do Anhembi Parque?
Automaticamente será expulso do evento.
Pode-se fumar em alguma área do Anhembi Parque?
É terminantemente proibido fumar em qualquer das áreas que formam a Campus Party. Os participantes que queiram fumar deverão fazê-lo em lugares abertos e fora das áreas da Campus Party.
Se quero sair da Campus Party, posso fazê-lo?
Claro que sim, você pode sair da Campus Party a qualquer momento, seja por um curto período de tempo ou até se você decidir ir embora antes de terminar o evento. O mais importante é sempre levar consigo sua credencial em um lugar visível e que todos os seus dados estejam de acordo com a informação da inscrição sempre que retornar ao evento.
A quem posso recorrer se tiver algum problema com o computador?
A Campus Party não oferece assistência técnica aos campuseiros. Apenas problemas com a rede local serão solucionados no evento.
Que normas de segurança devo levar em consideração na arena dos computadores?
Quando você chegar à Campus seus equipamentos (CPU, notebook e/ou console de games) serão identificados com um adesivo que terá o mesmo número da sua credencial. Se o equipamento estiver já dentro da Área de Participantes e o proprietário quiser sair dela, terá que mostrá-lo a uma pessoa da segurança, encarregada de controlar o acesso à área, para conferir a sua credencial. Qualquer medida adicional que considere funcional para si, coloque-a em prática. Haverá serviço de segurança 24 horas em todas as áreas da Campus Party. Qualquer solicitação do pessoal de segurança da Campus Party é para seu beneficio, pedimos a colaboração de todos os participantes, já que eles estão trabalhando para o bem de todos. Ressaltamos que a organização não se responsabiliza por furtos ou roubos de materiais ou qualquer objeto pessoal, sejam estes consumíveis, não consumíveis ou de qualquer outra natureza, dos participantes do evento. Portanto, recomenda não deixar seus pertences sem qualquer vigilância ou cadeado desde a sua entrada no evento até sua saída. Consulte mais informações sobre esse tema no Regulamento do Evento, Capitúlo Quinto – Responsabilidade do Regulamento.
Há serviço médico no local?
Sim, o serviço médico estará à disposição dos participantes da Campus Party Brasil durante 24 horas. Além disso, se você tem qualquer necessidade (guardar medicamentos, dar seguimento a um tratamento, uma reabilitação, etc), não se preocupe, você só tem que nos avisar antecipadamente através do formulário de contato em sua ficha de usuário.
Que devo fazer no dia em que finalizar a Campus?
Você deve simplesmente recolher seus pertences, verificar se todos os seus objetos pessoais estão em seu poder, embalar seu computador e levar sua credencial em um local visível.
Informamos que a conexão de Internet será disponibilizada até às 12h de 03 de fevereiro de 2013, sendo que após esta hora o serviço cessará.
Tenho dúvidas, consultas, propostas e opiniões para comunicar. A quem devo me dirigir?
Se não encontrar resposta para suas dúvidas, por favor entre em contato conosco através de sua ficha de usuário.
Perdi algum de meus objetos/equipamentos, o que devo fazer?
Dirija-se imediatamente até o espaço CAEX, lá será registrada a perda de seu objeto, e caso venhamos a encontra-lo iremos entrar em contato com você. Recomendamos também que você registre um boletim de ocorrência caso tenha perdido documentos ou equipamentos de maior valor.

Fim do evento

Como devo proceder no dia de saída?
No último dia do evento é organizada a saída dos campuseiros. Neste dia é importante que você guarde suas coisas com cuidado e atenção, de modo que não esqueça nada no evento e acondicione seus equipamentos de maneira correta. Poderá haver revista manual de seus pertences na saída do evento, portanto é importante deixar todos os seus objetos bem acomodados, de modo que possam ser verificados de forma fácil e rápida.
Irei viajar logo após o evento, o que devo fazer?
É muito importante nestes casos que você esteja bem adiantado à hora de sua viagem. Neste dia haverão filas, e portanto poderá haver demora em sua saída. Esteja atento ao horário de seu vôo/ônibus e comece a recolher suas coisas com bastante antecedência, desta forma será possível evitar maiores transtornos.
Não encontro algum de meus pertences, o que devo fazer?
Neste caso procure a área do CAEX, nesta área são registrados os achados e perdidos, caso tenhamos localizado seus objetos eles estarão lá.
Até que horas posso permanecer no evento?
O serviço de internet será desligado ao meio-dia, mas é interessante que você já se programe para sair logo pela manhã, desta forma evita atrasos e demora em sua saída.

Outras dúvidas

Recebi um código de convite, como posso ativá-lo?
Você deve acessar sua ficha de usuário no site www.campus-party.com.br e acessar a opção “Ativar código de convite”. Insira o código e siga com as instruções dadas pelo site, se tudo der certo os serviços aparecerão em verde dentro de sua ficha de usuário.